Futebol Vasco e Flamengo ficam no empate em clássico emocionante no DF

Vasco e Flamengo ficam no empate em clássico emocionante no DF

Time de São Januário sai na frente no 1º tempo, mas toma o empate após gol contra de Luiz Gustavo. Rivais terminaram o jogo com um atleta a menos

  • Futebol | Adalberto Leister Filho, do R7

A bola sobra para Andrés Ríos marcar para o Vasco no clássico com o Flamengo

A bola sobra para Andrés Ríos marcar para o Vasco no clássico com o Flamengo

Cláudio Reis/Eleven/Estadão Conteúdo - 15.9.2018

O Vasco empatou com o Flamengo na noite deste sábado (15), por 1 a 1. O resultado foi ruim para as duas equipes. O jogo foi realizado no estádio Mané Garrincha, em Brasília (DF). 

Com o empate, o Vasco se manteve na zona do rebaixamento, em 17º lugar, com 25 pontos.

Já o Flamengo chegou a 45 pontos e ficou mais distante da  luta pela liderança do Brasileirão. O Inter é líder, com 49 pontos e ainda enfrenta a Chapecoense na segunda-feira (17), em Chapecó.

Também viu o Grêmio se aproximar. Os gaúchos chegaram a 44 pontos, após vitória sobre o Paraná

Confira a classificação e a tabela do Brasileirão 2018

Vasco pressiona

Precisando da vitória para sair da zona do rebaixamento, o Vasco começou o jogo mais incisivo no ataque. Logo aos 2', Raul Gonçalves tocou para Andrés Rio pela direita. O atacante chutou cruzado, obrigando Diego Alves a espalmar a bola. No rebote, a zaga tirou.

Aos 13', Raul Gonçalvez tocou para Fabrício, que lançou Maxi López. O atacante toca fraco de direita. Diego Alves dá rebote, mas Andrés Ríos desperdiça. Quatro minutos depois, o mesmo Fabrício recebeu passe de Andrés Ríos. O meia chutou cruzado, para a defesa de Diego Alves.

Veja as notícias do Flamengo no R7 Esportes

Na primeira chegada do Flamengo com perigo, Uribe tocou para Vitinho. O atacante cortou pelo meio e chutou forte, mas a bola passou por cima do travessão de Martin Silva.

Gol do Vasco

Mais bem postado em campo, o Vasco chegou ao primeiro gol na base da insistência. Aos 28', Fabrício tocou para Raul pela direita. O volante cruzou para Maxi López que chutou cruzado. Diego Alves rebateu para Andrés Ríos, que marcou para o Vasco.

Veja as notícias do Vasco no R7 Esportes

Após o gol, os flamenguistas reclamaram insistentemente ao árbitro Luiz Flávio de Oliveira de falta no goleiro Diego Alves. Em vão. o árbitro confirmou o gol.

Flamengo pressiona

O gol fez o Flamengo acordar. O time tentou o empate logo em seguida, aos 30'. Em bola alçada na área, Martin Silva faz a defesa e recebe a falta. Após o lance, Uribe e Ramon se desentendem.

Aos 36', Vitinho bateu escanteio da esquerda. Réver cabeceou livre, em direção ao gol. Mas a bola bateu na cabeça de Éverton Ribeiro e foi para fora.

Curta a página R7 Esportes no Facebook

Segundo tempo

Logo no início da segunda etapa, o Vasco quase chegou ao segundo gol. O lateral Lenon cruzou uma bola despretenciosa da direita. Maxi López cabeceou pressionado pro Réver. Mesmo assim, a bola bateu na trave. 

Aos 10', a bola sobrou na área para Paquetá, que chutou forte. Martin Silva defendeu. Um minuto depois, Vitinho bateu colocado, de fora da área, obrigando o goleiro vascaíno a fazer uma ótima defesa, mandando para escanteio.

Confira tudo sobre Futebol no R7 Esportes

Confusão

Após lance na área do Vasco, há confusão generalizada. William Maranhão e Vitinho trocam cabeçadas. Ambos são advertidos com cartão amarelo. Fabríclio também leva o amarelo. Pior para o Flamengo. Por reclamação, Diego acabou expulso. 

Empate do Flamengo

Quando o Vasco parecia que teria o jogo sob controle, o clube de São Januário teve duas baixas. A primeira foi Raul Gonçalves. O volante, que vinha sendo o principal nome do meio-campo vascaíno, caiu no gramado reclamando de dores musculares. Foi substituído por Andrey. Pouco depois, a perda seria mais significativa.

Aos 17', Uribe cruzou da direita buscando Vitinho. A bola já havia passado pelo atacante, quando o zagueiro Luiz Gustavo cabeceou e fez um golaço. O problema é que foi contra. O Flamengo empatava pouco depois de seu pior momento na partida.

Tudo igual

Se o placar já estava igual, os times acabaram com o mesmo número de jogadores em campo. Em disputa de bola pelo alto no meio do campo, Luiz Gustavo atingiu acidentalmente Bruno Silva, seu companheiro de equipe.

Atingido na cabeça, o volante necessitou de atendimento médico especial, feito tanto pelo médico do Vasco como por seu colega do Flamengo. Bruno Silva foi retirado do gramado imobilizado e de maca, sob os aplausos das duas torcidas. Houve dez minutos de paralisação. Como já tinha feito suas três substituições, o Vasco também teve que jogar com um homem a menos. 

Jogo aberto

Com dois jogadores a menos, o duelo ficou mais aberto, com boas oportunidades de ambos os lados. 

Aos 43', Éverton Ribeiro escapou pela esquerda, ,invadiu a área e tocou para Paquetá. Mas Martin Silva conseguiu cortar antes que o passe se completasse.

Dois minutos depois, Giovanni Augusto tocou para Ramon dentro da área. O lateral chutou cruzado. A bola passou com perigo. No  minuto seguinte, foi a vez de Maxi López invadir a área pela esquerda e chutar cruzado com perigo. A bola passou rente à trave de Diego Alves.

Aos 56', William Arão quase marcou de cabeça, após cruzamento da esquerda. No minuto seguinte, William Maranhão chutou de fora da área. Diego Alves espalmou esquisito, e a bola quase entrou ao gol, mas acabou saindo por cima do travessão. 

Próximos jogos

O próximo jogo do Vasco pelo Brasileirão será na segunda-feira (24), contra o Bahia, em São Januário, no Rio de Janeiro. Já o Flamengo irá receber o Atlético-MG no domingo (23). 

Ficha técnica
VASCO 1X1 FLAMENGO

Data: 15/9/2018; Estádio: Mané Garrincha, em Brasília (DF); Árbitro: Luiz Flavio de Oliveira (SP); Público: 54.288 pagantes; Gols: Andrés Ríos, aos 28’ do 1º tempo; Luiz Gustavo (contra), aos 17’ do 2º tempo; Cartões amarelos:  William Maranhão, Fabrício e Maxi López (Vasco) Diego e Vitinho (Flamengo); Cartão vermelho: Diego (Flamengo)

VASCO:  Martin Silva; Lenon, Luiz Gustavo, Leandro Castan e Ramon; Bruno Silva, Raul (Andrey, aos 15’ do 2º tempo), Willian Maranhão e Fabrício (Giovanni Augusto, aos 22’ do 2º tempo); Andrés Ríos (Marrony, aos 25’ do 2º tempo) e Maxi López. Técnico: Alberto Valentim

FLAMENGO: Diego Alves; Pará (Rodinei, aos 50’ do 2º tempo), Réver, Léo Duarte e Renê; Piris da Motta, Lucas Paquetá, Diego e Everton Ribeiro; Uribe (William Arão, aos 18’ do 2º tempo) e Vitinho (Berrío, aos 33’ do 2º tempo). Técnico: Maurício Barbieri

Decepções? Veja 10 atacantes com marcas 'modestas' no Brasileirão

Últimas