Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Vanderson sofre lesão no Monaco e força novo corte na seleção brasileira

O lateral-direito machucou o joelho durante treinamento do Monaco, conforme informado em coletiva de imprensa

Futebol|Do R7


Vanderson é cortado da seleção brasileira
Vanderson é cortado da seleção brasileira

O lateral-direito Vanderson sofreu uma lesão no joelho durante treinamento do Monaco, conforme informado em coletiva de imprensa por Adi Hutter, treinador do clube monegasco, e não poderá defender a seleção brasileira na Data Fifa deste mês, que começa na segunda-feira (9).

Com isso, o interino Fernando Diniz terá de fazer o terceiro corte em sua lista de convocados original, pois já havia perdido o lateral-esquerdo Caio Henrique e o atacante Raphinha, lesionados e substituídos por Guilherme Arana e David Neres, respectivamente.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Em um bom momento no Monaco, Vanderson foi chamado por Diniz na primeira convocação do treinador sob o comando da seleção e entrou em campo durante o segundo tempo da vitória por 1 a 0 sobre o Peru, no dia 12 de setembro, pela segunda rodada das Eliminatórias Sul-Americanas da Copa do Mundo de 2026.

Publicidade

Ele foi chamado novamente para os jogos de outubro, contra a Venezuela e o Uruguai, mas precisará ser substituído. O anúncio do substituto pode ser feito ainda nesta sexta.

Tanto na goleada por 5 a 1 sobre a Bolívia quanto no duelo com o Peru, no mês passado, o titular na lateral direta foi Danilo, dono da posição em alguns jogos da Copa do Mundo do Catar, na qual o reserva foi Daniel Alves, hoje preso enquanto responde a um processo por agressão sexual na Espanha.

Eder Militão foi outro a fazer a função na direita durante o Mundial. Danilo está com 32 anos e também joga como lateral-esquerdo, mas tem atuado mais como zagueiro na Juventus, em uma na linha de três montada por Massimiliano Allegri. Um dos desafios de Diniz será definir soluções sólidas para a posição.

Nomes como Pepê, do Porto, Arthur, do Bayer Leverkusen, e Emerson Royal, do Tottenham, estão entre os cotados para receber chances.

Com duas vitórias em dois jogos, o Brasil é líder das Eliminatórias, com 6 pontos, mesma pontuação da vice-líder Argentina. No dia 12, quinta-feira, o compromisso será em Cuiabá, na Arena Pantanal, onde os brasileiros recebem a Venezuela, 5ª colocada, com 3 pontos, a partir das 21h30. No dia 17, a seleção estará em Montevidéu para enfrentar o 4º colocado, o Uruguai, dono de 3 pontos. O duelo será no Centenário, às 21h.

Avaliada em R$ 5 bilhões, seleção brasileira é a quarta mais valiosa do mundo; veja ranking

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.