Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Uefa decide não retomar jogo entre Bélgica e Suécia suspenso após ataque a tiros

Partida válida pelas Eliminatórias foi interrompida depois de dois torcedores suecos morrerem, vítimas de atentado terrorista

Futebol|Do R7


Torcedores foram homenageados na Suécia
Torcedores foram homenageados na Suécia

A Uefa anunciou nesta quinta-feira (19) que o jogo entre Bélgica e Suécia pelas Eliminatórias da Eurocopa, paralisado no intervalo após o assassinato de dois torcedores suecos nos arredores do Estádio Rei Balduíno, em Bruxelas, não será retomado e fechará com empate em 1 a 1, placar do momento da paralisação. As federações de futebol das duas nações envolvidas estão satisfeitas com a decisão.

"Em um momento como este, quando a família do futebol é atingida em seu coração, os resultados esportivos devem ficar em segundo plano", disse Manu Leroy, CEO interino da Federação Belga. "Estamos satisfeitos com a decisão da Uefa. De qualquer forma, o importante é apoiar as vítimas e suas famílias. Torcedores suecos inocentes se tornaram alvo de terrorismo, e é difícil prever as consequências disso para o futuro", acrescentou Hakan Sjostrand, presidente da Federação Sueca.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

O Grupo F das Eliminatórias da Eurocopa, ao qual as duas seleções pertencem, já está com as vagas diretas resolvidas, nas mãos de Bélgica e Áustria, ambas com 16 pontos. A Suécia, com 6, ainda briga para conseguir participar da repescagem e tem apenas mais duas rodadas para alcançar a missão, em jogos que serão disputados na data Fifa de novembro.

Publicidade

Três torcedores foram atacados a tiros perto do Estádio Rei Balduíno, pouco antes da partida entre Bélgica e Suécia, e dois deles acabaram mortos. Após o ocorrido, o jogo foi suspenso quando chegou ao intervalo.

Um homem que postou um vídeo online reivindicando a autoria do ataque foi identificado na terça-feira (17) e morto por autoridades belgas. Uma investigação ainda está em curso para determinar as motivações do ataque, tratado desde o início como um caso de terrorismo.

Sete feitos da geração Neymar na seleção brasileira que o torcedor gostaria de esquecer

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.