Futebol Trocas no comando, oscilação e susto: o Vasco está de volta à Série A

Trocas no comando, oscilação e susto: o Vasco está de volta à Série A

Cruzmaltino precisou superar queda de rendimento e confirmou favoritismo inicial ao vencer o Ituano na última rodada da Série B

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Nenê liderou a campanha de acesso do Vasco à Série A

Nenê liderou a campanha de acesso do Vasco à Série A

Daniel Ramalho/Vasco

Acabou o pesadelo para o torcedor Cruzmaltino. O Vasco da Gama, após duas temporadas de agonia, carimbou seu passaporte e voltou a ser um time da Série A do Campeonato Brasileiro.

A vitória sobre o Ituano, no Estádio Dr. Novelli Júnior, neste domingo (6), coroou um ano complicado, mas que não poderia terminar de outra forma devido à transformação do clube em Sociedade Anônima do Futebol (SAF). São novos tempos em São Januário.

A temporada do Gigante da Colina não foi das mais fáceis. Quatro técnicos dirigiram o elenco: Zé Ricardo, Maurício Souza, Emilio Faro (interino em duas ocasiões) e Jorginho. Isso prejudicou o plantel, que não conseguia manter uma linha de trabalho e padrão de jogo.

Um elenco experiente e identificado não poderia fracassar. Com o meia Nenê liderando e diversas outras peças importantes, como Anderson Conceição, zagueiro e capitão, e Thiago Rodrigues, goleiro, o Cruzmaltino confirmou seu favoritismo com contornos dramáticos.

Foi de Nenê o gol que confirmou o Vasco na Série A do Campeonato Brasileiro. O jogador, que indicou no início do ano que só deixaria o clube após conseguir o acesso, foi homem-chave para o técnico Jorginho nas últimas rodadas.

A Série B de 2022 se dividiu em quatro capítulos para o Vasco: amplo favoritismo, queda de rendimento, susto e glória. A equipe oscilou no segundo turno da competição, viu outros concorrentes se apresentarem na briga pelo G-4, mas concluiu seu objetivo usando, principalmente, a força de seu estádio.

Os torcedores vascaínos roubaram a cena na temporada. Com festas lindas, seja em São Januário ou no Maracanã, fizeram do canto mais famoso do clube uma situação na prática: o sentimento não parou e eles escancararam o "amor infinito". 

Internamente, este era considerado o ano mais importante da história do clube, que segue novos passos com a chegada da 777 Partners como acionista majoritária da SAF. O planejamento visando um retorno ao protagonismo - mesmo que à longo prazo - já se iniciou e uma nova permanência na segunda divisão mudaria todo o cenário.

O futuro já começou para o Vasco. Há uma luz no fim do túnel para que o clube carioca possa voltar ao cenário de destaque. A espera acabou. O Gigante da Colina está de volta ao seu lugar e sonha com dias melhores.

Botafogo lidera lista de clubes com mais jogadores convocados para Copa do Mundo

Últimas