Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Treinador da Ponte Preta diz ter sofrido racismo em jogo da Copa do Brasil

O fato teria acontecido no intervalo da derrota para o Brasil de Pelotas, por 2 a 0, na última terça-feira (7)

Futebol|Do Live Futebol BR


Hélio dos Anjos disse ter sido alvo de racismo durante jogo contra o Brasil de Pelotas
Hélio dos Anjos disse ter sido alvo de racismo durante jogo contra o Brasil de Pelotas

Hélio dos Anjos não teve motivos para comemorar seus 65 na última terça-feira (7). No dia do seu aniversário, o treinador viu a Ponte Preta ser eliminada na segunda fase da Copa do Brasil e alegou ter sido vítima de racismo durante o jogo contra o Brasil de Pelotas.

O fato teria acontecido na volta das equipes para o segundo tempo. Hélio dos Anjos disse ter sido chamado de "negão filho da ..." por um torcedor do Brasil de Pelotas que estava atrás do banco de reservas. Tudo foi relatado na súmula pelo árbitro mineiro Felipe Fernandes de Lima.

Leia também

"No retorno do intervalo, ao adentrarmos o campo de jogo, fomos chamados pelo sr. Hélio dos Anjos, técnico da Ponte Preta, que relatou ter sido chamado de "negão filho da p***" por um torcedor localizado na arquibancada social do Brasil de Pelotas, atrás do banco de reservas da equipe visitante", destacou o árbitro, que continuou:

"A Brigada Militar foi acionada e solicitou a identificação do torcedor. O sr. Hélio dos Anjos não conseguiu identificar o torcedor, motivo pelo qual foi dado andamento ao jogo. Tal fato não foi presenciado ou percebido por nenhum integrante da equipe de arbitragem. Durante a averiguação dos acontecimentos, a torcida localizada na arquibancada social proferiu o seguinte cântido repetidas vezes: "Hélio, vi***". Até o término da súmula, não foi me apresentado nenhum boletim de ocorrência".

Publicidade

Em entrevista depois da partida, Hélio dos Anjos confirmou mais uma vez ter sido vítima de ofensas raciais e disse que não vai registrar um boletim de ocorrência porque ninguém acaba sendo punido, citando o caso de Vinícius Júnior, do Real Madrid, na Espanha.

"Não vou fazer nada. Acha que vou perder meu tempo indo para delegacia falar sobre isso? Nós vamos para casa, para o hotel, viajar para Porto Alegre, sábado temos jogo. Não adianta. Não adianta na Europa, olha o que o Vinícius Júnior está passando lá. E está adiantando o que? Em um continente desenvolvido. Estamos aqui pensando numa coisa que não vai mudar no país. Entra presidente A, presidente B, presidente C, e não muda. Não muda porque não tem punição. Na Europa não tem", desabafou Hélio dos Anjos.

Publicidade

Dentro de campo, a Ponte Preta foi batida pelo Brasil de Pelotas, por 2 a 0, no Estádio Bento Freitas, e se despediu da Copa do Brasil na segunda fase.

Desde Jorge Jesus, Flamengo não completou uma temporada com o mesmo treinador

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.