Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Torcida pega no pé e vaia Mina, ex-Palmeiras, na Arena Corinthians

Zagueiro, hoje no Everton-ING, esteve no estádio com a seleção colombiana para enfrentar a chilena pelas quartas de final da Copa América 2019

Futebol|André Avelar, do R7

Mina discute com Vidal e Sánchez
Mina discute com Vidal e Sánchez Mina discute com Vidal e Sánchez

Ainda que emprestada para a Copa América, a Arena é do Corinthians. E uma torcida tão apaixonada quanto barulhenta, claro, elegeu o zagueiro Mina, ex-Palmeiras, para pegar no pé nesta sexta-feira (28), na partida entre Colômbia x Chile, pelas quartas de final da competição continental. Mais do que isso, chegaram a gritar "sem Mundial" em provocação aos rivais.

A cada toque na bola do zagueiro colombiano, era uma vaia daquelas. Talvez nem quando o hoje jogador do Everton-ING defendia o Palmeiras tinha tanta pressão, como na visita ao estádio em Itaquera com a sua seleção. Dentro de campo, as coisas por pouco não fugiram do controle para Mina quando ele se envolveu em uma confusão com o atacante chileno Alexis Sanchez.

Leia mais: Chile fica preso no trânsito e atrasa jogo contra Colômbia

Palmeirenses e corintianos se provocaram em Colômbia x Chile em Itaquera
Palmeirenses e corintianos se provocaram em Colômbia x Chile em Itaquera Palmeirenses e corintianos se provocaram em Colômbia x Chile em Itaquera

"É inveja né. Eles sentem inveja. Podem vair que o Mina já fez dois gols aqui. Um em cada lado dos gols", disse o palmeirense Jackson Monteiro, de 30 anos, logo cornetado pelo amigo. "Se esse cara voltar, ele não tem mais vez, não. Aqui é Corinthians e ele sentiu a pressão", completou Fábio Carneiro, de 37 anos.

Publicidade

Como reação às vaias, sobretudo, corintianas, a torcida colombiana também fez sua parte e gritava “Yerrry Mina” como resposta. Alguns torcedores chilenos próximos às tribunas pouco entenderam o que estava se passando. Ainda no primeiro tempo, o zagueiro de 1,95 metro por pouco não marcou de cabeça.

Leia também

Mina, de 24 anos, foi revelado pelo Deportivo Pasto-COL (2013-2014) e depois foi para o Santa Fe-COL (2014-2016) antes de chegar ao Palmeiras (2016-2017). No Verdão, ele foi campeão brasileiro em 2016 e, em janeiro de 2018, foi anunciado pelo Barcelona, que logo o emprestou aos ingleses.

Publicidade

Na decisão por pênaltis, Mina converteu a quarta cobrança, mostrou sua velha dancinha de comemoração e exibiu uma caneleira com imagens dos familiares. Ficou nisso. Nas cobranças seguintes, Tesillo errou o alvo e Alexis Sánchez garantiu a classificação chilena.

Depois da Copa América, Corinthians e Palmeiras se enfrentam na 13ª rodada do Campeonato Brasileiro, em 4 de agosto, também no Itaquerão.

Publicidade

Curta a página de Esportes do R7 no Facebook

Veja as melhores imagens da vitória do Brasil sobre o Paraguai

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.