Futebol Tenista argentino Federico Coria é punido com suspensão e multa por corrupção

Tenista argentino Federico Coria é punido com suspensão e multa por corrupção

O tenista argentino Federico Coria recebeu, nesta quinta-feira, uma suspensão de oito meses e multa de 10 mil dólares (R$ 37,8 mil) por corrupção. O sul-americano é acusado de ter participado de um esquema de manipulação de resultados de partidas e não colaborou com as investigações acerca do tema.

A suspensão foi dada pela Unidade de Integridade do Tênis (TIU, na sigla em inglês), entidade anticorrupção criada em 2008 que fiscaliza o esporte. Jane Mulcahy, auditora independente do caso, disse que Federico Coria não denunciou, em audiência às autoridades há três semanas, as propostas corruptas que recebeu nos meses de julho e agosto de 2015.

A punição, que passou a valer desde a última quarta-feira, cai para dois meses e a multa para metade do valor se o atleta não cometer mais infrações. Assim, Federico Coria, irmão de Guilhermo Coria, que foi finalista do Aberto da França em 2004, pode retornar às quadras em 12 de agosto.

Neste período, o tenista fica impedido de disputar qualquer torneio ou fazer parte de qualquer evento sancionado pelos órgãos competentes do esporte.

Federico Coria não é o primeiro tenista argentino suspenso por corrupção. Nicolás Kicker, número 99 do mundo, também foi punido no final de maio deste ano. Ele é o atual 301.º colocado e sua melhor colocação foi conquistada em outubro do ano passado, quando chegou a ser o número 226 do ranking da ATP.

    Access log