Técnico do PSG rebate Zidane: 'Às vezes se quer alguém que não se pode ter'

O técnico Thomas Tuchel, do Paris Saint-Germain, não deixou passar batidas as palavras de Zinedine Zidane, nesta segunda-feira, véspera do confronto entre a equipe francesa e o Real Madrid, pela fase de grupos da Liga dos Campeões. Zidane não poupou elogios a Kylian Mbappé. "Eu gosto dele há muito tempo", dissera Zidane, mais cedo.

Tuchel rebateu em sua entrevista coletiva: "Às vezes se quer alguém que não pode ter". E completou: "Não sei o quanto encantado está Zidane por Mbappé. Mas é o nosso jogador mais importante e estamos muito satisfeitos de poder contar com ele. Lamentavelmente para Zidane é nosso jogador e ele deve ter outros jogadores que lhe causam encantamento em seu elenco".

O treinador, contudo, evitou polêmicas com o técnico do Real. "Não gostaria de discutir sobre esse assunto. Estive em Genebra há duas semanas falando com Zidane e não conversamos sobre isso. Ele é francês, portanto é normal que diga algo deste tipo quando lhe perguntam sobre Mbappé."

Da última vez que Zidane elogiou o atacante, o brasileiro Leonardo, diretor esportivo do PSG, criticou o treinador do Real publicamente. Nesta segunda, Tuchel fez questão de destacar a importância de Mbappé para o PSG. "Tentamos criar um time em torno dele. Por isso, não gostaria de pensar em seu futuro fora do PSG."

Presente na coletiva desta segunda, o zagueiro brasileiro Marquinhos também fez elogios ao atacante. "É difícil pensar no futuro do PSG sem Mbappé porque é um grande jogador. Não acredito que seja apenas Zidane que está encantado com ele. É um jogador que vem mostrando grande futebol e está conquistando títulos", disse o defensor.

"Ele tem grande talento, mesmo sendo tão jovem. E já fez muita coisa por este clube e pela seleção. Temos muita sorte de poder contar com ele porque é um jogador muito importante, que pode nos fazer ganhar bons jogos", declarou.

NEYMAR - Para este duelo, o líder do Grupo A da Liga dos Campeões terá a estreia de Neymar na competição. Recuperado de lesão, o atacante brasileiro voltou ao time na sexta-feira, na vitória do PSG sobre o Lille por 2 a 0. Neymar, que não chegou a jogar os 90 minutos do jogo, não entrava em campo desde o dia 14 de outubro, quando sofreu lesão de grau dois na coxa esquerda em amistoso da seleção brasileira contra a Nigéria, em Cingapura.

Com Neymar e Mbappé, o time de Paris busca assegurar a primeira colocação da chave. A classificação para as oitavas de final já foi assegurada na rodada passada, no início do mês.