Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Técnico do PSG e o filho são detidos por suspeitas de racismo na França

Christophe Galtier teria criticado o número de jogadores negros e muçulmanos do Nice, clube que treinou de 2021 a 2022

Futebol|Do R7


Christophe Galtier nega as acusações de racismo e xenofobia
Christophe Galtier nega as acusações de racismo e xenofobia

Perto de deixar o comando do Paris Saint-Germain, o técnico Christophe Galtier e o filho, John Valovic-Galtier, foram detidos nesta sexta-feira (30) sob acusação de racismo, na França. A suspeita é de que o treinador tenha adotado comportamento discriminatório quando comandava o Nice, time que treinou entre 2021 e 2022, antes de ser contratado pelo PSG.

De acordo com a agência de notícias americana, os dois franceses foram colocados em custódia para interrogatório. Galtier, que está de saída do PSG mas ainda tem contrato, negou as acusações de que fez comentários racistas e antimuçulmanos quando comandava o Nice — o escândalo estourou no início deste ano.

· Compartilhe esta notícia pelo Whatsapp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Jornais franceses publicaram um email que teria sido enviado pelo diretor de futebol do Nice, Julien Fournier, para os proprietários do clube. Nele, o dirigente afirmava que Galtier criticava a existência de muitos jogadores negros e muçulmanos no elenco da equipe.

Na ocasião, o treinador afirmou que se sentiu ofendido "no nível mais profundo" de sua humanidade pelas acusações e entrou com uma ação legal na Justiça. Procurador na cidade de Nice, Xavier Bonhomme disse na época que uma investigação preliminar havia sido aberta sobre "discriminação com base em suposta raça ou religião".

Publicidade

O chefe de comunicação do PSG, Julien Maynard, afirmou que "sérias alegações" foram feitas contra Galtier e que o clube o apoiou totalmente.

A detenção acontece poucos dias antes do anúncio do sucessor de Galtier no comando do PSG. O espanhol Luis Enrique é o mais cotado para assumir a equipe de Neymar e Kylian Mbappé. Apesar de ter conquistado o título do Campeonato Francês com o PSG, Galtier foi informado no início de junho que não continuaria à frente do clube, apesar de ter contrato até 30 de junho de 2024.

CR7 foi o 1º a aceitar os milhões da Arábia Saudita; veja os outros atletas que seguiram esse caminho

" gallery_id="649da5e343527f840f001419" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/futebol/tecnico-do-psg-e-o-filho-sao-detidos-por-suspeitas-de-racismo-na-franca-30062023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.