Futebol Sul-Americana: Fluminense perde para o Junior Barranquilla

Sul-Americana: Fluminense perde para o Junior Barranquilla

Tricolor Carioca foi derrotado por 3 a 0 jogando fora de casa, na Colômbia, e viu adversário subir no Grupo H

  • Futebol | Do Live Futebol Br

Germán Cano disputa a bola de cabeça com jogador de Junior Barranquilla

Germán Cano disputa a bola de cabeça com jogador de Junior Barranquilla

Mailson Santana/Fluminense FC (13.04.2022)

Pela segunda rodada da fase de grupos da Copa Sul-Americana, o Fluminense acabou derrotado na Colômbia na noite desta quarta-feira (13), quando caiu para o Junior Barranquilla por 3 a 0, no Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla. Os gols foram marcados por Didier Moreno e Borja, ainda no 1º tempo, e Sambueza, já nos acréscimos da etapa final.

O resultado deixou o Fluminense na terceira posição do Grupo H com os 3 pontos conquistados na vitória da estreia contra o Oriente Petrolero (Bolívia), no Maracanã. A liderança da chave é do Unión Santa Fe (Argentina), próximo adversário do Flu, que soma os mesmos quatro pontos do Barranquilla, segundo colocado. Também nesta quarta, só que mais cedo, o Santa Fe venceu o Petrolero por 3 a 1, jogando fora de casa.

Pelo regulamento da Sul-Americana, apenas o primeiro colocado de cada um dos grupos avança para a próxima fase.

Agora, o Fluzão vira a chave e já inicia a preparação para o próximo desafio no Brasileirão. O time que empatou sem gols com o Santos na estreia, encara o Cuiabá no sábado (16), novamente em jogo fora de casa. A bola rola às 21h (de Brasília) na Arena Pantanal.

Pela Sul-Americana, o Tricolor só volta a jogar no dia 26, uma terça-feira, quando recebe o União de Santa Fe no Maracanã.

O jogo
O 1° tempo começou com o Tricolor das Laranjeiras tentando, mas Junior Barranquilla manteve uma linha alta, com uma marcação forte. Aos 3 minutos, o primeiro susto na defesa do Flu veio na finalização de Giraldo, com uma tentativa de chute de fora da área que foi para fora.

E em nova tentativa, aos 9', Albornoz recebeu livre e cruzou rasteiro para Moreno, sozinho, balançar a rede: 1 a 0.

O Junior Barranquilla contínuo com a pressão e, aos 14', Albornoz chutou de fora da área, mas Fábio conseguiu defender. Em sua blitz inicial, o tricolor colombiano finalizou cinco vezes em menos de 15 minutos de jogo.

O Fluminense tentou buscar o empate do intervalo, mas só conseguiu uma jogada antes, já aos 43', com o cabeço de Cano da pequena área que foi para fora.

E quem fez nos minutos finais foi o tempo mandante. Em um contra-ataque rápido, Giraldo entrou na área e foi derrubado por André. Sem VAR (árbitro de vídeo) para avaliação, a decisão pelo pênalti pelo desenvolvimento de campo foi a que valeu. Borja, ex-atacante de Palmeiras e Grêmio , deslocou Fábio e garantiu o 2 a 0 no primeiro tempo.

Segunda etapa
O 2° tempo começou truncado, com Junior Barranquilla buscando faltas, e com a linha de marcação mais baixa, comparada ao primeiro tempo.

O jogo fluiu com algumas tentativas de gol do Fluminense. Aos 7’, Luiz Henrique arriscou um chute de fora da área, mas foi para fora.

O Fluzão manteve o ritmo na busca do primeiro gol, mas apesar de retornar melhor para a segunda etapa, não levou muito perigo ao gol colombiano. Pior: abriu alguns espaços para contra-ataques. Aos 19’, Hinestroza lançou uma bola rasteira, mas Fábio defendeu.

Em falta perigosa aos 22’, Ganso tentou diminuir o placar, mas Vieira defendeu bem o chute por fora da barreira, que tinha destino no gol.

Com o jogo já controlado, o time colombiano ainda teve tempo de fazer mais um. Aos 49’, Sambueza roubou a bola de Martinelli, carregou e finalizou no cantinho, sem chances para o goleiro do Tricolor, fechando a conta em 3 a 0 - complicando também o saldo de gols do time comandado por Abel Braga.

FICHA TÉCNICA
Junior Barranquilla-COL 3 x 0 Fluminense
Local: Estádio Metropolitano Roberto Meléndez, em Barranquilla (Colômbia)
Data e hora: quarta-feira (13/4) às 21h30 (de Brasília)
Árbitro: Alexis Herrera (Venezuela)
Auxiliares: Tulio Moreno e Antoni Garcia (ambos da Venezuela)

Cartões Amarelo: Cris Silva, Yago Felipe, Manoel (Fluminense); Giraldo, Borja, Cabrera e Hinestroza (Junior Barranquilla)

Gols: Didier Moreno aos 9’/1°T, Borja aos 46’/1°T e Sambueza aos 49’/2ºT (Junior Barranquilla)

JUNIOR BARRANQUILLA: Viera; Viáfara, Rosero, Arias e Fuentes; Didier Moreno, Giraldo, Albornoz (Cetré), Cabrera (Sambueza) e Hinestroza; Borja (Valencia). Técnico: Juan Cruz Real.

FLUMINENSE: Fábio; Nino, Manoel (Martinelli) e David Braz; Cris Silva (Pineida), Calegari (Luiz Henrique), André, Yago Felipe e Ganso; Jhon Arias (Willian) e Germán Cano (Fred). Técnico: Abel Braga.

City passa sufoco, mas segura empate e tira o Atlético; Firmino faz 2 e Liverpool avança na Champions

Últimas