Futebol Strycova e Siniakova vencem e deixam a República Checa perto do título da Fed Cup

Strycova e Siniakova vencem e deixam a República Checa perto do título da Fed Cup

Barbora Strycova e Katerina Siniakova venceram os respectivos jogos de simples que disputaram neste sábado, em Praga, e deixaram a República Checa próxima de conquistar o título da Fed Cup, a versão feminina da Copa Davis de tênis. Com os triunfos, o país europeu abriu 2 a 0 sobre os Estados Unidos na série melhor de cinco partidas entre os dois países na decisão, que será finalizada neste domingo.

Na abertura do duelo entre as nações, Strycova, atual 33ª colocada do ranking mundial, garantiu a primeira vitória das checas ao superar Sofia Kenin (52ª da WTA) por 2 sets a 1, de virada, com parciais de 6/7 (5/7), 6/1 e 6/4. Em seguida, Siniakova, 31ª tenista do mundo, passou por Alison Riske (63ª) por 6/3 e 7/6 (7/2) para deixar as donas da casa a um triunfo do título da competição.

Assim, as tenistas checas garantiram a festa da maior parte dos mais de 14 mil torcedores que marcaram presença na O2 Arena, em Praga, onde as norte-americanas agora precisarão ganhar as três partidas programadas para este domingo para dar ao seu país o 19º troféu de campeão da Fed Cup.

Com esta ótima vantagem para ficar com o título, a República Checa poderá garanti-lo já no primeiro jogo do dia, marcado para começar às 9 horas (de Brasília), quando Siniakova enfrenta Kenin. Se isso não ocorrer, Strycova poderá assegurar a taça em duelo contra Riske, que não será iniciado antes das 10h30.

Se nenhuma das jogadoras da casa vencerem estes embates de simples, o confronto de duplas decidirá a campeã. Pela escalação prévia das tenistas, Siniakova formará parceria com Barbora Krejcikova contra as norte-americanas Danielle Rose Collins e

Nicole Melichar.

Esta final da Fed Cup está sendo marcada pela ausência das principais tenistas dos dois países. Os Estados Unidos jogam desfalcados das irmãs Serena e Venus Williams e ainda de Sloane Stephens, atual sexta colocada do ranking mundial, e Madison Keys. Já as checas atuam sem Karolina Pliskova, oitava da WTA, e Petra Kvitova, a sétima, não jogou neste sábado por estar se recuperando de uma virose.

Com 18 títulos, os EUA são os maiores campeões da história da Fed Cup, enquanto as checas faturaram cinco das últimas sete edições da competição ao triunfarem em 2011, 2012, 2014, 2015 e 2016.

    Access log