Futebol Sport se pronuncia após casos de violência e desmente diretor do Vasco

Sport se pronuncia após casos de violência e desmente diretor do Vasco

Partida na Ilha do Retiro foi encerrada com o placar em 1 a 1 após invasão por parte dos torcedores locais

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Partida entre Sport e Vasco terminou em confusão na Ilha do Retiro

Partida entre Sport e Vasco terminou em confusão na Ilha do Retiro

Divulgação/Sport

O Sport, através de seus dirigentes, se pronunciou oficialmente após o episódio de violência na Ilha do Retiro, no último domingo, na partida contra o Vasco, que terminou empatada pelo placar de 1 a 1 após decisão do árbitro Raphael Claus.

As palavras publicadas pelo Leão desmentem o pronunciamento feito pelo diretor Paulo Bracks, que, em vídeo, afirmou que a delegação vascaína estava presa no vestiário do estádio esperando uma situação mais segura e chegou a ter funcionários e membros do estafe agredidos. A delegação cruzmaltina chegou ao hotel apenas às 20h40.

"Em nenhum momento a delegação do time carioca esteve ‘presa’ na Ilha do Retiro, que recebeu efetivo policial e privado reforçado para a partida, como o Clube havia informado no início da semana passada", diz um trecho da nota publicada pelo Sport.

A mensagem ainda tratou de repudiar as ações de vandalismo por parte de torcedores - um deles foi flagrado pelas câmeras agredindo uma bombeira que já estava caída no gramado em meio à confusão.

"O clube lamenta veementemente a agressão sofrida pelos bombeiros civis Juliana Martins e Diego Correia. O Sport se solidariza e se coloca inteiramente à disposição das autoridades para que o responsável seja identificado e punido, atuando de maneira conjunta aos órgãos competentes. Além disso, o Clube informa que apresentou notícia-crime perante a Delegacia de Polícia de Repressão à Intolerância Esportiva e foi registrado o respectivo Boletim de Ocorrência (BO)."

Em campo, um dos principais argumentos repercutidos pela imprensa local foi sobre Raniel ter comemorado na frente da torcida do Sport. O atacante, autor do gol do Vasco, foi revelado pelo Santa Cruz, rival do estado. Isso causou ira nos torcedores e em grande parte do time rubro-negro.

"Após provocação do jogador Raniel, ex-Santa Cruz e profundo conhecedor da rivalidade entre as uniformizadas locais, o Clube destaca também a efetiva ação da Polícia Militar (PM), que em poucos minutos conteve os infratores e em seguida garantiu a sequência da partida de forma segura", destacou a diretoria do clube pernambucano.

Aposentado do futebol, jogador mais forte do mundo vai migrar para a luta livre

Últimas