Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Seleção de Israel homenageia reféns do Hamas em primeira partida após início da guerra

Atuando como visitantes, jogadores foram vaiados durante o hino; Campeonato Israelense continua suspenso, por falta de segurança

Futebol|Do R7


Jogadores israelenses durante o Hino Nacional
Jogadores israelenses durante o Hino Nacional

A seleção de futebol de Israel entrou em campo pela primeira vez desde o início da guerra contra o Hamas, neste domingo (12), pelas Eliminatórias da Eurocopa.

Jogando fora de casa, os israelenses perderam para o Kosovo, por 1 a 0, e se complicaram na briga por uma vaga na principal competição de seleções europeias, que será disputada em 2024.

Durante a execução do Hino Nacional, os atletas israelenses fizeram um sinal de coração partido com as mãos, a fim de prestar solidariedade às 239 pessoas mantidas reféns pelo grupo terrorista Hamas, em Gaza, desde o dia 7 de outubro, quando começaram os conflitos.

"Ouça todo o país cantar conosco. Metade do coração está com os sequestrados em Gaza. Tragam-nos para casa agora", escreveu a federação de futebol local em uma publicação no Instagram.

Publicidade

Segundo os últimos informes oficiais, 12.440 pessoas morreram desde o início da guerra. Do lado palestino, foram 11.240 vítimas, incluindo 4.630 crianças. Os ataques do Hamas em território israelense deixaram cerca de 1.220 mortos. 

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

Assine a newsletter R7 em Ponto

A partida deste domingo foi disputada em Pristina, a capital do Kosovo. A torcida local presente ao estádio Fadil Vokrri vaiou os jogadores visitantes durante o hino e ao longo da partida. A maioria da população kosovar é composta de muçulmanos.

Israel volta a campo nesta quarta-feira (15), contra a Suíça, também pelas Eliminatórias. Apesar de ser o mandante da partida, o jogo será realizado na Hungria, por conta da falta de segurança no próprio território, que ainda convive com mísseis arremessados pelo Hamas.

Enquanto a seleção nacional se prepara para entrar em campo, os clubes do país continuam inativos. Todas as partidas do Campeonato Israelense foram suspensas, e ainda não há previsão de retorno das atividades.

Com R$ 1,8 bilhão, time de Cristiano Ronaldo lidera em ranking de folha salarial mais cara do mundo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.