Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

São Paulo cede o empate ao Ceará e é vaiado no Morumbi

Calleri e Nestor marcaram para os donos da casa, já Cléber e Mendoza deixaram tudo igual para os visitantes

Futebol|Do Live Futebol BR

Pela oitava rodada do Brasileirão, o São Paulo recebeu oCearána noite deste sábado (28), no estádio do Morumbi, e acabou cedendo o empate por 2 a 2 após sair na frente diante de sua torcida. Calleri e Rodrigo Nestor marcaram para os donos da casa, mas Cléber e Mendoza descontaram para o Vozão. 

Com o resultado, o Tricolor chega aos 13 pontos e assume a segunda posição do Brasileirão. Já o Ceará tem seis pontos e fica na 18ª posição na tabela. 

O próximo compromisso do São Paulo é contra o Avaí, no sábado que vem (4), no estádio da Ressacada, em Santa Catarina. O Ceará, por sua vez, tem o clássico diante do Fortaleza na quarta-feira (1º).

Atacante Luciano, do São Paulo, disputa lance em jogo contra o Ceará no Morumbi
Atacante Luciano, do São Paulo, disputa lance em jogo contra o Ceará no Morumbi Atacante Luciano, do São Paulo, disputa lance em jogo contra o Ceará no Morumbi

O jogo

Publicidade

Os primeiros 45 minutos de jogo foram bons para o São Paulo. Com bastante energia, os donos da casa comandaram a partida e não deixaram o Ceará jogar. Logo aos 7 minutos, Calleri recebeu um belíssimo cruzamento de Rafinha e não desperdiçou, cabeceando para o fundo das redes: 1 a 0.

O gol motivou o Tricolor Paulista, que seguiu no ataque. Aos 13’, Calleri ampliou, mas o VAR (árbitro de vídeo) precisou ser acionado, o árbitro viu toque de mão de André Anderson no início da jogada e anulou o que seria o segundo tento dos donos da casa na partida.

Publicidade

Calleri, de novo ele, balançou as redes outra vez aos 25’ – mais uma vez a festa foi interrompida e o gol foi anulado por impedimento do centroavante.

Uma mudança de postura quase alterou o destino da partida. O Vozão passou a jogar mais à frente e fazer a bola aparecer mais na área do Tricolor. Aos 36’, Cleber recebeu de Iury Castilho após erro de Arboleda e não desperdiçou, empatando o placar para o Ceará: 1 a 1.

Publicidade

A igualdade permaneceu por pouco tempo. Aos 41’, Calleri apareceu novamente, mas dessa vez para cruzar para Nestor, que colocou o São Paulo na frente de novo ainda na primeria etapa: 2 a 1.

Leia também

Já no segundo tempo, ambas as equipes fizeram modificações. A primeira melhor chance foi do Ceará. Vina recebeu dentro da área e chutou na saída de Jandrei, mas o goleiro fez uma excelente defesa e evitou o empate do Vozão.

Aos 25’, Matheus Peixoto encontrou Mendoza na área, e o jogador finalizou para o fundo do gol. Inicialmente, a arbitragem marcou impedimento, mas o VAR entrou em ação e validou o gol do atleta do Ceará, dando o empate aos visitantes: 2 a 2.

O jogo seguiu bastante disputado e, aos 44 minutos, Igor Gomes cometeu falta em Mendoza, recebendo o segundo cartão amarelo. Com isso, o jogador foi expulso de campo e deixou o São Paulo com um a menos.

O Tricolor segurou o adversário e conseguiu manter o resultado até o apito final. Apesar disso, deixou o gramado do Morumbi vaiado depois de perder a primeira partida após uma sequência de 11 vitórias em casa.

FICHA TÉCNICA

São Paulo 2 x 2 Ceará

Local: estádio do Morumbi, em São Paulo

Data e hora: sábado (28) às 100 (de Brasília)

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Auxiliares: Rodrigo Figueiredo Henrique Correa e Luanderson Lima dos Santos

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro

Público e renda: 32.977 torcedores / R$ 1.413.274

Cartões amarelos: André Anderson, Rafinha, Igor Gomes (São Paulo); Lucas Ribeiro, Richardson, Mendoza, Geovane, Bruno Pacheco (Ceará)

Cartão vermelho: Igor Gomes (São Paulo)

Gols: Calleri aos 7’/1T e Rodrigo Nestor aos 41’/1T (São Paulo); Cléber aos 36’/1T e Mendoza aos 27’/2T (Ceará)

SÃO PAULO: Jandrei; Diego, Arboleda e Léo; Rafinha (Igor Vinícius), Igor Gomes, Rodrigo Nestor (Pablo Maia), André Anderson (Eder) e Reinaldo (Welington); Luciano (Rigoni) e Calleri. Técnico: Rogério Ceni

CEARÁ: João Ricardo; Michel (Nino Paraíba), Gabriel Lacerda, Luiz Otávio e Bruno Pacheco; Lucas Ribeiro (Vina), Richardson, Wescley (Mendoza) e Lima; Cléber (Matheus Peixoto) e Iury Castilho (Victor Luis). Técnico: Dorival Júnior

Dono da Europa: veja como foi a festa da conquista do Real Madrid

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.