Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Santos sai na frente, mas cede empate ao Internacional: 1 a 1

Peixe marca com Lucas Braga, mas Colorado iguala o placar com Bruno Méndez, que entrou no segundo tempo na Vila Belmiro

Futebol|Do Live Futebol BR


O Santos empatou com o Internacional em casa por 1 a 1 pela décima rodada do Campeonato Brasileiro na noite desta quarta-feira (8).

Com o resultado, o Peixe, que não vence há cinco jogos na competição, oscila da nona para a décima posição, agora com 13 pontos. O Colorado, que era o sétimo, assume provisoriamente a quinta colocação, com 15.

Léo Baptistão bem que tentou, mas não conseguiu dar a vitória ao Santos
Léo Baptistão bem que tentou, mas não conseguiu dar a vitória ao Santos

O próximo compromisso do Alvinegro Praiano será fora de casa: no Mineirão, em Belo Horizonte, sábado (11), às 19h, contra o Atlético-MG; o Inter também tem confronto no mesmo dia e igualmente difícil, mas em casa: às 21h, no Beira-Rio, com o Flamengo.

Leia também

O jogo

Publicidade

Aos 8’, Pedro Henrique chegou com perigo e o goleiro santista João Paulo defendeu. E só: o começo foi em ritmo lento com os times tentando matar as jogadas no meio de campo.

O técnico santista Fabián Bustos percebeu e se incomodou: o time parecia com baixo nível de atenção. Mas o Internacional pouco criava.

Publicidade

Do lado do Peixe, um cabeceio sem perigo de Baptistão, aos 14’. E a torcida da casa um tanto quieta, à espera de uma arrancada mais empolgante.

Aos 16’, foi a vez do goleiro colorado Daniel jogar para o escanteio em jogada de Ricardo Goulart. Escanteio cobrado e nada de efetivo na tentativa de Bauermann para o Alvinegro Praiano.

Ambos os times pareciam sentir seus desfalques. Especialmente no ataque: Marcos Leonardo de fora pelo Santos e Wanderson como grande ausência no Inter.

Aos 26’, reclamação santista de pênalti. Árbitro de vídeo assinalou falta fora da área. Na sequência, Lucas Pires cobrou a falta e o zagueiro Eduardo Bauermann aproveitou de cabeça: 1 a 0, mas o lance foi revisado e, aos 27’, o gol acabou anulado por impedimento.

O Inter tentou algo mais incisivo com Alan Patrick em pancada que João Paulo defendeu, aos 33’. Um minuto depois, Léo Baptistão buscou responder pelo Peixe em drible e chute, mas nada de bola na rede.

No lugar do artilheiro Marcos Leonardo, o equatoriano Bryan Angulo ainda tentou algo diferente para o Alvinegro Praiano, mas, sem muita presença de área, nada ocorreu: a etapa inicial ficou no 0 a 0.

Etapa final

Continuou muito estudada de parte a parte. Mas com boa chance ao Peixe logo aos 6’ em cabeceio de Léo Baptistão.

Aos 10', Pedro Henrique voltou a levar perigo em cruzamento pela direita, que David não soube aroveitar para os visitantes.

O Inter mexeu, o Santos também. E os donos da casa balançaram as redes, mas uma vez mais a decisão demorou por conta de checagem do VAR: dessa vez, gol confirmado para o Peixe, aos 20', após belo lance com drible e chute certeiro de Lucas Braga. 1 a 0.

A resposta dos gaúchos não demorou: aos 25', gol de Bruno Méndez, que entrou no segundo tempo. Encheu o pé após jogada de Pedro Henrique. 1 a 1.

Aos 34', o Santos teve tudo para desempatar com chute forte de Lucas Pires que terminou com bola no ombro direito do zagueiro Vitão e, de lá, para a trave - e para fora do alcance santista.

O Peixe chega três empates e duas derrotas no retrospecto recente pelo Brasileirão. O Inter emenda cinco empates e três triunfos na competição.

FICHA TÉCNICA

Santos 1 x 1 Internacional

Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos (SP)

Data e hora: quarta-feira (8/6), às 21h30

Árbitro: Ramon Abatti Abel (SC)

Assistentes: Kleber Lucio Gil (SC) e Henrique Neu Ribeiro (SC)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro

Gols: Lucas Braga (Santos), aos 20'/2ºT; Bruno Méndez (Internacional), aos 25'/2ºT

Cartões amarelos: Edenilson (Internacional), aos 22'/1ºT; Madson (Santos), aos 07'/2ºT;

SANTOS: João Paulo; Madson, Maicon, Eduardo Bauermann e Lucas Pires; Rodrigo Fernández, Vinicius Zanocelo e Ricardo Goulart (Rwan Seco); Léo Baptistão, Lucas Braga (Gabriel Pirani) e Bryan Angulo (Lucas Barbosa). Técnico: Fabian Bustos.

INTERNACIONAL: Daniel; Fabricio Bustos (Bruno Méndez), Vitão, Gabriel Mercado e Renê; Gabriel, Edenilson (Maurício), Alan Pratrick (Tailson) e De Pena; Pedro Henrique (Rodrigo Dourado) e David (Alemão). Técnico: Mano Menezes.

Vasco comemora 11 anos do título da Copa do Brasil; veja fotos do segundo duelo da final

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.