Futebol Santos quebra jejum, supera o Ituano e vence primeira no Paulista

Santos quebra jejum, supera o Ituano e vence primeira no Paulista

Peixe bateu o adversário por 2 a 1, na Vila, e acaba com uma série de quatro jogos sem vitória diante do time de Itu

Lance
Santos quebra jejum e vence o Ituano por 2 a 1 na Vila Belmiro

Santos quebra jejum e vence o Ituano por 2 a 1 na Vila Belmiro

ANDERSON LIRA/FRAMEPHOTO/ESTADÃO CONTEÚDO - 13/03/2021

Depois de quatro jogos, o Santos voltou a vencer o Ituano. Na noite deste sábado, o Peixe fez 2 a 1 no time de Itu, na Vila Belmiro, pela quarta rodada do Campeonato Paulista, e acabou com um incômodo jejum diante do rival. Foi o primeiro triunfo da equipe no atual Paulistão. Os gols do jogo foram marcados por Lucas Braga e Vinícius Balieiro para o Peixe, e Branquinho para a equipe de Itu.

Com o resultado, o Santos segue na terceira colocação do grupo D, com cinco pontos, fora da zona de classificação às quartas de final. O Ituano continua líder do grupo C, com sete pontos.

O Santos volta a jogar na próxima terça-feira, diante do Deportivo Lara, na Venezuela, no jogo de volta da segunda fase da Copa Libertadores. A equipe tem a vantagem de atuar por um empate para avançar na competição. O Ituano aguarda a definição da paralisação ou não do Campeonato Paulista para saber quando voltará a campo.

O jogo

A partida na Vila Belmiro começou aberta e disputada em um excelente nível técnico. Logo aos seis minutos, Ângelo fez linda jogada e deu ótimo passe para Marcos Leonardo, que saiu sozinho na área, chutou cruzado, mas errou o alvo. O Ituano deu o troco logo em seguida e, aos sete minutos, o goleiro John salvou o Peixe em chute do atacante Bruno Lopes da entrada da área.

O Peixe abriu o placar aos 13 minutos. Gabriel Pirani cobrou escanteio da esquerda, Lucas Braga se antecipou aos zagueiros e desviou de cabeça para vencer o goleiro John.

O Ituano empatou um jogo em um boa jogada. Branquinho deu lindo passe pra Bruno Lopes nas costas de Luan Peres, Kaiky Fernandes deu um carrinho para tentar cortar, mas foi batido pelo atacante do Ituano, que cruzou rasteiro para Branquinho completar para o gol.

O jogo seguiu como um luta de boxe em que os adversários trocam golpes. Aos 28 minutos, Branquinho aproveitou bobeada de John e Kaiky Fernandes e quase marcou o segundo, mas o goleiro se recuperou e salvou o Peixe. O contragolpe saiu aos 29. Jean Mota deu lindo passe para Marcos Leonardo, que deu uma cavadinha na saída do goleiro Edson, mas a defesa salvou em cima da linha.

O Peixe fez o segundo aos 33 minutos. Ângelo tabelou com Jean Mota e dividiu na área com o goleiro Edson. Na sobra, o volante Vinícius Balieiro chutou para o gol vazio.

O segundo tempo começou em um ritmo bem mais lento do que o primeiro. O Ituano, em desvantagem, saiu mais para o jogo, marcou pressão na saída de bola do Santos, mas não foi eficiente no último toque.

Já o Santos caiu muito de rendimento e contou ainda com uma jornada pouco inspirada do atacante Marcos Leonardo, que despediçou muitos contra-ataques. No melhor deles, aos 33 minutos, Lucas Braga recebeu de Soteldo e soltou a bomba, mas o goleiro Edson defendeu. Aos 45, novamente o duelo entre Lucas Braga e Edson terminou com vitória do goleiro do Ituano, que evitou o terceiro gol.

Neymar fazendo inalação? Método ajuda na recuperação muscular

FICHA TÉCNICA

SANTOS 2 X 1 ITUANO
Local: Estádio Urbano Caldeira (Vila Belmiro), em Santos (SP)
Data/Horário: 13 de março de 2021 (sábado), às 19h (de Brasília)
Árbitro: Salim Fende Chavez
Assistentes: Daniel Paulo Zioli e Bruno Silva de Jesus
VAR: Rodrigo Guarizo Ferreira do Amaral

Cartões amarelos: Marcos Leonardo, Soteldo e Pará (Santos);
Gols: Lucas Braga, aos 13' 1ºT (1-0), Branquinho, aos 15'1ºT e (1-1), Vinícius Balieiro, aos 33'1ºT (2-1)

SANTOS: John, Vinícius Balieiro, Kaiky Fernandes, Luan Peres e Felipe Jonatan (Alex, aos 22' 2ºT); Sandry (Alison, no intervalo), Jean Mota (Pará, aos 15' 2ºT) e Gabriel Pirani; Ângelo (Soteldo, aos 8' 2ºT), Marcos Leonardo (Bruno Marques, aos 22' 2ºT) e Lucas Braga. Técnico: Ariel Holan

ITUANO: Edson, Jeferson, Léo Santos, Sueliton e Breno Lopes; Tarik (Bruno Lima, aos 34' 2ºT), Fillipe Souto e Fernando Medeiros (Roni, aos 15' 2ºT); Branquinho (Fernandinho, aos 15' 2ºT), Bruno Lopes (Victor Rangel, aos 30' 2ºT) e Iago Dias (Cadu, aos 34' 2ºT). Técnico: Vinícius Bergantim

Últimas