Futebol Renato Gaúcho estreia com missão de resgatar o brilho do Flamengo

Renato Gaúcho estreia com missão de resgatar o brilho do Flamengo

Equipe estreia nas oitavas da Libertadores nesta quarta-feira, às 21h30, contra o Defensa Y Justicia, na Argentina

Agência Estado - Esportes
Renato promete montar equipe ousada

Renato promete montar equipe ousada

Alexandre Neto/Agência Estado/11-07-21

O primeiro ato de Renato Gaúcho no comando do Flamengo ocorre nesta quarta-feira, às 21h30, em Buenos Aires, na Argentina. Diante do Defensa Y Justicia, pelas oitavas de final da Libertadores, o novo comandante carioca não apenas buscará um bom resultado para dar tranquilidade no confronto de volta, como carregará a missão de resgatar o futebol convincente e com brilho do time que encantou o país não faz muito tempo.

Mesmo fora de casa, o Flamengo promete ser ousado sob a direção de Renato Gaúcho. O técnico sempre pregou um futebol corajoso e bonito e quer começar a implantar a filosofia que o consagrou no Grêmio já no Estádio Norberto Tito Tomaghello, na província de Buenos Aires.

"O Flamengo sempre joga para vencer. Sempre tive essa opinião, eu já colocava os clubes onde eu trabalhei sempre para jogar para frente, a buscar a vitória. Em minha concepção, quem busca sempre a vitória está sempre mais perto dela", filosofou. "Não quer dizer que não possa sair derrotado", afirmou o treinador. "Mas, levando em consideração o elenco que o Flamengo tem, a força de sua torcida e as características dos jogadores, sem dúvida nenhuma, comigo vai jogar para a frente."

Sem tempo hábil para conseguir já implantar suas ideias de trabalho no campo, o técnico aposta na "troca de ideias com os jogadores" para que tudo já ocorra bem nesta quarta-feira. Contratado no sábado para a vaga do demitido Rogério Ceni, ele assistiu o jogo contra a Chapecoense das tribunas do Maracanã, no domingo, e teve apenas um treino antes da estreia.

A primeira mudança em relação ao antecessor, bastante questionado por não fazer o Flamengo deslanchar, deve ser a aposta da dupla de centroavantes. Ceni não admitia escalar Pedro e Gabriel Barbosa juntos. Renato vai arriscar. O interino Maurício de Souza já testou Pedro com Rodrigo Muniz diante dos catarinenses, seguindo orientação do novo treinador.

Gabriel está de volta após defender o Brasil na Copa América e tem tudo para formar dupla goleadora com Pedro. Ambos sempre disseram que podem se dar bem lado a lado. Sem Bruno Henrique, machucado, há a possibilidade, ainda, de Michael entrar após o golaço da virada diante da Chapecoense, com Everton Ribeiro atuando mais recuado, na função que era de Gerson. Thiago Maia seria o volante, já que Willian Arão está suspenso, e Arrascaeta o encarregado de municiar o ataque.

Para seu primeiro jogo no comando do Flamengo, Renato Gaúcho terá a ausência de quatro titulares. Além de Bruno Henrique e Diego, que já estavam fora por lesão, Rodrigo Caio sentiu dores na panturrilha e acabou vetado. Willian Arão cumprirá suspensão por expulsão na última rodada da fase de grupos. A defesa reserva deve ter Léo Pereira e Gustavo Henrique.

No Defensa Y Justicia, a esperança para conseguir vantagem no confronto está depositada na experiente dupla ofensiva. Walter Bou e Lucas Barrios foram o ataque, responsável por buscar os gols dos argentinos em casa. Barrios, por sinal, é um velho conhecido do técnico Renato Gaúcho. Ele era o centroavante do Grêmio na conquista da Recopa Sul-Americana de 2018.

O técnico Sebastián Beccacece sabe que não pode vir ao Rio com missão de atacar e espera sair vitorioso em seus domínios para tentar segurar o empate na casa flamenguista. Desta forma, apostará na fórmula ofensiva que vem dando certo desde quanto o time era comandado por Hernán Crespo, na conquista da Copa Sul-Americana, em 2020. Mesmo definindo o Flamengo como "mais poderoso da América do Sul", ele vai se arriscar.

Como seriam camisas dos clubes se fossem inspiradas nos escudos?

Últimas