Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Raphael Veiga tira o peso do erro no pênalti: 'Goleiro nenhum pegou'

Meio-campo do Palmeiras cometeu a falha na vitória da equipe por 1 a 0 sobre o Santos, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro

Futebol|Do Live Futebol BR


Raphael Veiga domina a bola em favor do Palmeiras na partida contra o Santos pelo Brasileirão
Raphael Veiga domina a bola em favor do Palmeiras na partida contra o Santos pelo Brasileirão

O Palmeiras venceu o Santos, fora de casa, por 1 a 0, mesmo com a sequência de pênaltis convertidos por Raphael Veiga sendo interrompida por conta da trave da Vila Belmiro. Apesar de ser o primeiro erro do camisa 23 com a camisa do Verdão, ele evitou se sentir frustrado pela situação até então inusitada para ele.

"Sempre fui muito tranquilo em relação a isso (sobre perder), o povo brincava e falava. Goleiro nenhum ainda pegou meu pênalti, acertei a trave (sorri). Mas brincadeiras à parte, uma hora ia acontecer. Nem quando fiz os 24 pênaltis achei que era o melhor, e hoje não vou achar que sou o pior. Acontece, vou continuar treinando e batendo pênalti. É você assumir risco, e hoje não deu certo. Importante é seguir tentando que as coisas vão continuar acontecendo", comentou ele.

Apesar da falha, Veiga segue como o artilheiro do Palmeiras na temporada, com 18 gols. Até então, eram 24 penalidades máximas nas redes adversárias, das quais 22 foram dentro dos 90 minutos de jogo.

De acordo com o meia palmeirense, não adiantar ficar imaginando como deveria ter sido a cobrança diante do goleiro João Paulo, do Santos. "Eu perdi e já era. Tem que passar, não adianta ficar lamentando. O principal sempre é a próxima jogada. Nem sempre vou fazer gol e acertar pênalti, mas o importante é estar bem. Hoje foi na trave, mas já entraram outros vários pênaltis. É seguir com a consciência tranquila e as minhas convicções."

Publicidade

"Muitas pessoas analisam a gente só pelo o que a gente produz dentro de campo. Se ganha, se perde, se vai bem ou mal. Mas, na minha opinião, o que a gente mais evoluiu nesse tempo foi essa parte mental. A gente passou por várias situações, vários jogos difíceis, de campeonatos grandes, finais, já vencemos, já perdemos, tomamos gol em jogo que acharam que a gente ia ser desclassificado e a gente virou. Contra oSão Paulo (final do Paulistão) todo mundo achava que não ia dar mais pra gente, e a gente foi e virou. Tudo isso fez a gente criar uma certa maturidade, o time evoluiu mentalmente e está muito forte. Isso é importante porque a cabeça controla o corpo", comentou Raphael Veiga, após a partida.

O Palmeiras pega na próxima rodada o Atlético-MG, no Allianz Parque, no domingo (5), às 16h, pelo Campeonato Brasileiro 2022.

Veja por onde andam os jogadores da seleção na Copa de 2014

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.