Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Qual será a punição do Santos pela confusão no clássico?

Reação da torcida diante da derrota para o Corinthians pode deixar o Peixe longe do público na maior parte dos jogos restantes da temporada

Futebol|Do Lance, com R7

Torcida do Peixe jogou bombas no gramado durante jogo contra o Corinthians
Torcida do Peixe jogou bombas no gramado durante jogo contra o Corinthians Torcida do Peixe jogou bombas no gramado durante jogo contra o Corinthians

A confusão gerada no final do duelo entre Santos e Corinthians deve gerar uma punição para o Santos. Após derrota no clássico, a torcida do Peixe arremessou bombas no gramado perto do goleiro Cássio e isso iniciou uma confusão generalizada dentro do estádio e nos arredores.

Com o jogo paralisado e interrompido antes do tempo regulamentar, aos 41 minutos, por conta da ação dos torcedores, assim como ocorreu na Copa do Brasil 2022, o Peixe pode ser punido pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) e jogar com portões fechados.

Reincidente, o Peixe pode ter que pagar uma multa além de cumprir jogos sem público. Para essa infração, o CBJD (Código Brasileiro de Justiça Desportiva) prevê um valor que pode ir de apenas 100 reais até R$ 100 mil.

Sobre a possível perda dos mandos de campo, o artigo 213 do CBJD, que trata sobre não tomar medidas capazes de reprimir e prevenir desordens, revela que a pena para essa infração é de até 10 partidas sem presença de torcedores.

Publicidade

Histórico do Peixe

Essa não é a primeira vez que o Santos pode ficar sem a torcida durante os jogos. No ano passado, durante as oitavas de final da Copa do Brasil, os torcedores lançaram bombas no gramado da Vila Belmiro, invadiram o campo e agrediram o goleiro Cássio. 

O Peixe foi eliminado da competição, em razão da derrota para o Corinthians, mas também recebeu uma punição de dois jogos sem torcida e uma multa branda de R$ 35 mil.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Também em 2022, quatro torcedores invadiram o campo da Vila Belmiro após o jogo entre Santos e Unión La Calera. O Peixe ganhou a partida, mas enfrentou um final conturbado, com um jogador expulso de cada lado e constantes reclamações da equipe chilena. 

Um dos torcedores do Santos chegou a atingir com um pontapé o meia (na época) do Unión, Matías Fernández. A Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) deu uma multa de US$ 30 mil (cerca de R$ 150 mil) ao time paulista

'Velhinhos da bola': conheça profissionais da melhor idade que continuam na ativa no futebol

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.