Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Presidente do Atlético-MG diz que Globo é culpada pelo fracasso do Campeonato Brasileiro

Alexandre Kalil acredita que clubes fora do eixo Rio-São Paulo são tratados como lixo

Futebol|Do R7


Kalil aponta que Atlético-MG foi o campeão de audiência em 2013
Kalil aponta que Atlético-MG foi o campeão de audiência em 2013

O baixo nível técnico do Campeonato Brasileiro tem um culpado: a TV Globo. O presidente do Atlético-MG, Alexandre Kalil, questionou nesta sexta-feira (8) a fórmula usada pela dona dos direitos de transmissão da competição de pagamento por cotas de transmissão. Para o cartola, a emissora está fragilizada com os recordes negativos de audiência e contribuiu para a falência do futebol brasileiro.

A Globo convidou diversos clubes para reuniões sobre o futuro do futebol nacional. Antes mesmo do encontro, o presidente disse ao UOL que apenas Corinthians e Flamengo, donos das maiores cotas de TV, estão sendo beneficiados. Segundo ele, as demais praças esportivas são “tratadas como lixo”.

— A única coisa que eu espero que seja discutida é a "espanholização" do futebol brasileiro, porque eles só querem passar jogos de Flamengo, Corinthians, Corinthians e Flamengo. Só que a maior audiência da Globo no ano passado foi o Atlético-MG na Libertadores, e nós precisamos entender que acabou essa história de que Corinthians e Flamengo dão audiência. Dão p... nenhuma! Quem dá Ibope é quem está na frente e quem disputa títulos. Você acha que alguém vai ver jogos do Flamengo com o time caindo? Você acha que o Flamengo no meio da tabela dá mais resultado para a TV do que o Internacional tentando ser campeão, por exemplo? A Globo deve ter visto isso. Ela se f... quando deu 52% da renda para cinco times. Acabou com a praça da Bahia, vai acabar com a praça de Belo Horizonte e vai detonar todas as outras. A Globo está fragilizada porque a audiência está indo para o c..., e é só isso.

De acordo com o levantamento da consultoria esportiva BDO, o Flamengo e Corinthians recebem R$ 110,9 milhões e R$ 102,5 milhões pelas cotas de TV. Eles são seguidos por Palmeiras (R$ 76,3 mi), São Paulo (R$ 72,3 mi) e Atlético-MG (R$ 71,3 mi).

Publicidade

Com queda de audiência, Globo quer mudar até fórmula do Campeonato Brasileiro

Clubes brasileiros pecam por falta de profissionalismo e se endividam até o pescoço

Publicidade

Desde o fracasso do Clube dos 13 em 2011, as equipes passaram a negociar individualmente os contratos de direitos de transmissão. O faturamento de todos cresceu com o novo modelo, mas a concentração de receita também. Com isso, Kalil aponta para uma “espanholização do futebol brasileiro”. Na Espanha, Barcelona e Real Madrid há tempos disputam o título da competição.

No último domingo (3), Corinthians e Flamengo registraram as piores marcas de audiência. O fraco empate sem gols entre Coritiba e Corinthians registrou 13 pontos para a emissora no Ibope – cada ponto equivale cerca de 62 mil domicílios sintonizados em São Paulo. No mesmo dia, a partida entre Flamengo e Chapecoense somou apenas 17 pontos, cerca de 38 mil domicílios no Rio de Janeiro.

— Eu disse e repito que quem tem poder para arrumar o futebol brasileiro é a Rede Globo de Televisão. A mesa que nós tínhamos para debater isso foi implodida por alguns clubes que ajudaram a dar fim ao Clube dos 13. Aliás, o Botafogo foi um dos principais artistas da explosão. Olha o que deu. Agora a Globo tem de promover uma mesa para os clubes aceitarem isso. O Bahia não pode disputar mais, o América-MG não consegue subir para a Série A. A praça da Bahia é importante, e Minas Gerais é a segunda economia do país, mas é tratada como lixo e hoje tem o campeão brasileiro e o campeão da Libertadores. Hoje, no momento em que eu falo com você, o Atlético-MG ainda é o campeão da Libertadores, e o Cruzeiro ainda é o campeão brasileiro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.