Presidente da Portuguesa promete lutar até o fim contra rebaixamento

Decisão do STJD faz  Lusa cair e beneficia Fluminense, que fica na Série A

Presidente da Portuguesa promete lutar até o fim contra rebaixamento

Após a decisão do STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva) de punir a Portuguesa, na última segunda-feira (16), com a perda de quatro pontos no Brasileirão pela escalação irregular do jogador Héverton e rebaixar a equipe paulista, o presidente da Lusa, Manuel da Lupa, avisou que entrará com recurso e prometeu que o clube irá até o fim. A punição beneficiou o Fluminense, que permanece na Série A.

Cosme: A culpa é da Portuguesa

— A Portuguesa irá até o fim. Não sei dizer se entraremos na Justiça Comum, mas entraremos com o recurso para tentar inverter a decisão de hoje. Existe o Estatuto do Torcedor. Se algum torcedor resolver entrar na Justiça Comum, não podemos fazer nada.

Marini: Lusa também salva o Flamengo

A Procuradoria do STJD e os clubes envolvidos têm três dias úteis para recorrer da decisão no Pleno do STJD, que deve julgar o caso no dia 27 de dezembro. As chances de a Portuguesa reverter o quadro, no entanto, são remotas, já que a decisão da última segunda foi unânime.

Flamengo também perde quatro pontos e termina o Brasileirão em 16º

Derrota da Portuguesa no STJD encerra chance de rebaixamento do Corinthians


Caso perca no tribunal desportivo, a Lusa não descarta outros caminhos. As opções do departamento jurídico do clube são duas: a Corte Arbitral do Esporte, entidade máxima para julgar acontecimentos do esporte, na Suíça, e a Justiça Comum, já cogitada pela Portuguesa.

A Fifa desaprova clubes que apelam para a Justiça Comum, os punindo severamente e podendo até excluí-los de competições oficiais. Porém, nada impede que torcedores e entidades acionem a opção para salvar a Lusa do rebaixamento.