Futebol Portuguesa terá patrocínio do Consulado de Israel por um jogo

Portuguesa terá patrocínio do Consulado de Israel por um jogo

Iniciativa poderá servir como um importante impulso diplomático e econômico para revitalizar o tradicional clube do Canindé em seu centenário

  • Futebol | Eugenio Goussinsky, do R7

Cônsul e presidente da Lusa mostram as camisas

Cônsul e presidente da Lusa mostram as camisas

Acervo Consulado de Israel

No mês de seu centenário, a Portuguesa conseguiu um patrocínio que vai além do lado comercial. O Consulado de Israel em São Paulo irá estampar seu nome na camisa da equipe, no jogo entre RB Brasil e Portuguesa, válido pela Série A2 do Campeonato Paulista, neste domingo (30), às 11h, no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

A iniciativa poderá servir como um importante impulso diplomático e econômico na busca de revitalizar o tradicional clube do Canindé, que em 2013 foi rebaixado para a Série B do Brasileiro. Desde então, já nem participando de alguma série no torneio nacional, caiu de Divisão também no Paulista e vive assolado por uma crise financeira.

Para o Consulado, a opção pela Portuguesa alcança vários objetivos. Ao mesmo tempo que simboliza a admiração do israelense pelo futebol brasileiro, vincula a comunidade portuguesa à própria história do povo judeu.

"Em Israel, somos fãs do futebol brasileiro e seus jogadores. É uma marca muito forte no Brasil. Aqui no Consulado, sempre quisemos patrocinar o futebol por fazer parte da cultura brasileira e essa paixão nacional", afirmou o cônsul Alon Lavi.

O diplomata lembra uma das primeiras sinagogas em Portugal, a de Belmonte, cuja epígrafe é do ano de 1297, para ilustrar a antiga presença da comunidade judaica no país europeu.

"O centenário da Lusa foi uma grande oportunidade! Além de a Portuguesa ser um time tradicional e querido por todos, o povo judeu tem uma forte ligação com o povo português, que, por sua vez, tem uma das primeiras sinagogas em Belmonte, cidade de Pedro Álvares Cabral, descobridor do Brasil. Então, nossas comunidades sempre estiveram conectadas e nada melhor do que o futebol para reforçar esses laços", completou.

Para o Presidente da Associação Portuguesa de Desportos, Antonio Carlos Castanheira, a parceria por servir como um estímulo para o clube.

“Há de se recordar que a história da Portuguesa é uma história de união e de irmandade entre povos e esta parceria reforça ainda mais a vocação da instituição em unir laços entre povos de diferentes culturas em torno de um ideal. Essa parceria é um marco inicial nessa relação e ter o nome Israel em nossa camisa apenas engrandece ainda mais este ano tão importante para nossa Associação. Sou muito grato ao Alon por esse lindo encontro entre nós”, disse.

Volta do futebol na Europa abre espaço para novo ciclo de craques

Últimas