Futebol Portugal e Sérvia poderiam ter evitado fúria de CR7, diz Uefa

Portugal e Sérvia poderiam ter evitado fúria de CR7, diz Uefa

Capitão de Portugal ficou furioso e recebeu cartão depois que seu chute ultrapassou a linha, mas o juiz não validou o gol

Reuters - Esportes
CR7 ficou indignado com o juiz por gol não marcado

CR7 ficou indignado com o juiz por gol não marcado

Andrej Cukic/EFE/27-03-21

Um gol não validado de Cristiano Ronaldo na partida pela eliminatória da Copa do Mundo dramática entre Sérvia e Portugal teria contado se as duas associações de futebol tivessem concordado em usar a tecnologia da linha de gol antes da partida, disse a Uefa nesta segunda-feira.

Veja também: Premier League - Bruno Fernandes em destaque

O capitão de Portugal ficou furioso e recebeu um cartão depois que seu chute a gol já nos acréscimos do empate de 2 x 2 da partida de sábado do Grupo A na Sérvia foi afastado por Stefan Mitrovic depois de a bola ter cruzado a linha, como mostrado por replays de televisão.

Sem a tecnologia do árbitro de vídeo (VAR) para analisar o incidente, a arbitragem mandou o jogo seguir. Lívido, Ronaldo deixou o campo segundos antes do apito final e atirou longe a braçadeira de capitão a caminho do túnel.

"A decisão de usar a tecnologia da linha de gol nas eliminatórias europeias cabe à associação-sede de cada partida", disse a entidade que governa o futebol europeu.

"Se a associação-sede decide implantar a tecnologia da linha de gol, também precisa obter o consentimento por escrito da associação visitante para que ela seja usada", acrescentou a Uefa.

O árbitro do jogo, Danny Makkelie, disse ao jornal português A Bola nesta segunda-feira que pediu desculpas ao treinador de Portugal, Fernando Santos, e ao resto do time pelo erro.

Depois do jogo, Santos disse que é inaceitável não ter o VAR neste nível de competição, mas no domingo a Uefa disse que a pandemia de Covid-19 tornou impossível instalar o sistema a tempo para as eliminatórias.

A Fifa, que organiza a Copa do Mundo, disse que em janeiro soube da Uefa que o VAR não poderia ser usado nas eliminatórias devido a "problemas e restrições" causados pelo novo coronavírus.

Neymar, Casemiro e Cebolinha: saiba jogos preferidos dos craques

Últimas