Futebol Permanência de Diniz, Cano artilheiro e foco na Libertadores: Fluminense já pensa em 2023

Permanência de Diniz, Cano artilheiro e foco na Libertadores: Fluminense já pensa em 2023

Com a Libertadores como o principal foco na temporada, Flu prioriza manutenção do elenco, junto de reforços pontuais

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Elenco do Flu, após último jogo de 2022

Elenco do Flu, após último jogo de 2022

Marcelo Gonçalves/Fluminense

Após uma temporada com título carioca e um honroso terceiro lugar no Campeonato Brasileiro, que o levou à fase de grupos da Libertadores em 2023, o Fluminense já pensa no próximo ano.

E a equipe já tem suas prioridades bem definidas, a começar pela manutenção do comando técnico de Fernando Diniz, que está prestes a renovar o contrato até o final de 2023 ou 2024.

Além do comandante, o clube também tem como foco a permanência de alguns nomes específicos, como o zagueiro e capitão Nino, o volante André e os atacantes Jhon Arias, líder de assistências do time, e o artilheiro Germán Cano, que fez uma temporada espetacular.

Com ótimas atuações durante 2022, é normal que os atletas gerem desejo em clubes do exterior. O capitão, inclusive, quase foi para o México neste ano. Em termos de contrato, o time está bem servido, uma vez que apenas Cano tem acordo se encerrando no fim do ano de 2023.

Porém, como dito anteriormente, com destaque nesta temporada, é muito difícil que não cheguem propostas. André é o nome que gera maior interesse, pela idade e ter futuro na Seleção Brasileira pós-Copa do Mundo. Revelado pelo Flu, ele tem contrato até o final de 2025 e valor de mercado de 8 milhões de euros (R$ 43,8 milhões na cotação atual), segundo o Transfermarkt.

Arias também preocupa a diretoria. O clube carioca tem apenas 50% do passe do atleta colombiano e busca comprar a outra metade, já prevendo investidas de fora, mas também desejando mantê-lo no elenco.

Cano é o caso mais simples. Apesar da incrível temporada, a idade avançada (35 anos) acaba afastando alguns interessados. Dessa forma, o Flu não deve ter dificuldades em renovar o contrato para o final de 2024.

Saídas
Fernando Diniz já sabe que não poderá contar com a jovem revelação Matheus Martins, que está se transferindo para a Itália, onde irá atuar pela Udinese, além do lateral-esquerdo Pineida, que voltará ao Equador com o fim do empréstimo. O meio-campista Nathan, emprestado pelo Atlético Mineiro, tem futuro indefinido.

Necessidades
Durante a temporada, muito se for falado sobre o elenco pequeno do Flu, algo que a diretoria já está de olho. Com a Libertadores em vista, reforços devem chegar, a fim de melhorar a qualidade do elenco, mas também dar mais opções para Diniz.

As prioridades, segundo os setoristas do Flu, devem ser a contratação de um lateral-esquerdo, posição que não teve um dono durante todo do ano, com Cristiano, Calegari e Caio Paulista se revezando e o jovem Aleksander sendo improvisado na posição nas últimas rodadas, um meio-campista, para ser opção a Martinelli, alçado ao time titular após a venda de Nonato, e mais um atacante, para ser opção no banco para Cano, a fim de poupá-lo em alguns momentos.

Veteranos
O time também tem preocupação com a situação dos veteranos do time. O goleiro Fábio (42 anos) tem contrato somente até o final deste ano e ainda não revelou se permanece para o próximo. Os zagueiros Manoel (32 anos) e David Braz (35 anos) têm, cada, acordo até abril apenas, enquanto o volante Felipe Melo (39 anos) e o atacante Willian Bigode (35 anos) possuem contrato até o final de 2023, com grandes chances de permanecer. O zagueiro Matheus Ferraz (37 anos) tem contrato até dezembro apenas e é carta fora do baralho, mas, por estar lesionado, pode ter seu acordo renovado, pois o Flu quer evitar processos judiciais, como em casos recentes.

Base
Com muitos jovens se destacando neste ano, é muito provável que, para o ano que vem, Fernando Diniz olhe bastante para as categorias de base. Na reta final do Brasileirão, o jovem Aleksander se tornou titular na lateral-esquerda e deve ter muitas oportunidades no Carioca.
Uma das ideias da diretoria é implantar o Dinizismo nos juniores, o que facilitaria essa transição.

Flamengo reúne milhões de torcedores no centro do Rio. Veja fotos!

Últimas