Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Pelé já disse que era vascaíno em entrevistas, mas, em autobiografia, que torcia para o Corinthians

Em seu livro, Rei do Futebol afirmou que só passou a gostar do Santos quando viu o primeiro jogo do time no estádio, em 1956

Futebol|Marcos Rogério Lopes, do R7

Abaixado, Pelé posa para jogo com a camisa do Vasco, em 1957
Abaixado, Pelé posa para jogo com a camisa do Vasco, em 1957 Abaixado, Pelé posa para jogo com a camisa do Vasco, em 1957

O maior ídolo do futebol brasileiro e mundial, Pelé, já admitiu em entrevistas que o clube que o consagrou, o Santos, não era o seu preferido na infância.

Saber para qual time ele torcia, no entanto, é uma tarefa complicada. 

Político e sempre preocupado em não desagradar aos fãs de nenhuma torcida, Pelé afirmou em uma entrevista em 2020 que torcia para o Vasco, do Rio de Janeiro.

Em 1957, em um combinado montado para um amistoso Santos x Vasco, o então garoto de 16 anos jogou pelo clube carioca em uma partida considerada essencial para sua primeira convocação à seleção brasileira, que ocorreu dias depois.

Publicidade

"Se eu tivesse que escolher um clube para ter jogado, eu escolheria o meu Vasco. Mas eu defendi o Vasco, mesmo que por poucos jogos. Foi o time que me deu essa oportunidade. Foi lá que eu me tornei conhecido no mundo todo", afirmou ao canal Pilhado, do YouTube (veja o vídeo abaixo).

"Fui não, sou Vasco", acrescentou. 

Publicidade

A predileção pelo time do Rio se deu, segundo ele, porque um amigo de seu pai, o centroavante Marinho, foi jogar no Vasco e, por isso, o menino Edson Arantes do Nascimento, futuro Rei do Futebol, passou a gostar do clube.

O Vasco, em sua homenagem após a morte do ex-jogador, na quinta-feira (29), o chamou de "grande vascaíno de coração".

Publicidade

A informação, no entanto, desmente o livro Pelé, a Autobiografia, lançado em 2006 pela Editora Sextante. 

Ao contar como foi sua chegada à Vila Belmiro, o próprio Pelé narra, na página 69, que foi levado por Waldemar de Britto, ex-centroavante, técnico e responsável por apresentá-lo ao Santos, a um jogo da equipe contra o Comercial, pelo Campeonato Paulista de 1956.

Pelé recebeu título do Vasco
Pelé recebeu título do Vasco Pelé recebeu título do Vasco

"Eu não conseguia tirar os olhos do campo. Aqueles homens eram ídolos do futebol, jogavam na elite. Foi naquele momento que eu passei a torcer pelo Santos — um amor que dura até hoje. Até então eu torcia mais para o Corinthians, mesmo sem nunca ter visto o time jogar. Gostava de acompanhar as partidas pelo rádio, por jornais e figurinhas. Acabei tendo até um time de botão do Corinthians. Quando eu era mais novo, pensava em ser goleiro, e às vezes, jogando no gol, imaginava o goleiro do Corinthians, defendendo um chute. Coisas de criança."

O Vasco entregou a Pelé o título de sócio honorário em 2020, na mesma ocasião em que o Atleta do Século 20 garantiu sua predileção pelo clube.

Bem antes disso, em uma entrevista ao programa Vox Populi, da TV Cultura, em 1977, o Rei confessou seu lado vascaíno.

No programa, que pode ser visto em páginas do YouTube, Pelé diz que realmente tinha jogos de botão do Corinthians, mas seu clube do coração era o Vasco.

Veja a entrevista de 2020:

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.