Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Paquetá pode ser banido do futebol inglês por esquema de apostas, diz jornal

Jogador brasileiro nega que tenha forçado o recebimento de cartões amarelos para lucrar com fraudes em jogatinas de aplicativos

Futebol|Do Estadão Conteúdo

Lucas Paquetá durante coletiva de imprensa na concentração da seleção (Rafael Ribeiro/CBF - 31.05.2024)

O meio-campista Lucas Paquetá, do West Ham, corre o risco de ser banido do futebol inglês pela Associação de Futebol da Inglaterra (FA, na sigla em inglês), afirmou o jornal The Sun, nesta terça-feira (4). O jogador foi acusado pela FA de envolvimento em esquema de apostas em partidas realizadas em 2022 e 2023 no futebol inglês. O brasileiro diz ser inocente.

De acordo com o jornal britânico, o relatório da denúncia feita pela FA recomenda “banimento para sempre” de Paquetá caso seja o meia considerado culpado. A decisão sobre o futuro do jogador da seleção brasileira ainda não tem data para ser anunciada.

A alegação da entidade é de que o atleta violou quatro normas das regras de apostas do Campeonato Inglês. Segundo o jornal, os promotores da FA consideram as acusações contra o jogador brasileiro “ainda mais graves” que casos antigos semelhantes. Em 2018, o lateral do Lincoln City, Bradley Wood, foi condenado a seis anos de suspensão por ser considerado culpado de receber cartão amarelo de forma intencional em duas ocasiões. Três anos depois, em 2021, o também lateral Kynan Isaac, do Stratford Town, foi punido com 10 anos fora dos gramados por apostar em um cartão amarelo para si mesmo.

Já Paquetá é investigado pelos cartões amarelos recebidos em quatro jogos do Campeonato Inglês: um contra o Leicester City, em 12 de novembro de 2022; outro diante do Aston Villa, no dia 12 de março de 2023; um contra o Leeds, em 21 de maio de 2023; e, por último, no confronto com o Bournemouth, em 12 de agosto de 2023.

Publicidade

As investigações começaram em agosto do ano passado e, segundo a acusação, o brasileiro teria tomado as advertências deliberadamente para causar lucro a uma ou mais pessoas “com o propósito indevido de afetar o mercado de apostas”, conforme aponta o comunicado da FA.

”Estou extremamente surpreso e chateado com o fato de a FA ter decidido me acusar. Cooperei com todas as etapas das investigações e forneci todas as informações que pude durante nove meses. Nego as acusações na íntegra e lutarei com todas as minhas forças para limpar meu nome. Devido ao processo em andamento, não fornecerei mais comentários”, disse Paquetá em postagem na rede social X, antigo Twitter.

Publicidade

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) decidiu manter a convocação do meia para os amistosos da Data Fifa deste mês e também para a Copa América. “Conclui-se, de forma categórica, que o jogador Lucas Paquetá, apesar da conduta pela qual fora denunciado autorizasse o afastamento preventivo, conforme previsto no E16.1 do regulamento da FA, não foi apenado até o momento pela entidade processante e legitimada para sancioná-lo”, afirmou o presidente Ednaldo Rodrigues, em comunicado.

O atleta se apresentou à seleção brasileira na quinta-feira (30) e está concentrado para os amistosos com México e Estados Unidos, nos dias 8 e 12 deste mês, respectivamente, antes da disputa da Copa América, que começa em 20 de junho.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.