Futebol Palmeiras goleia pela Libertadores feminina e se garante nas quartas

Palmeiras goleia pela Libertadores feminina e se garante nas quartas

Com gols de Andressinha (2), Ary Borges, Bruna Calderan (2), Byanca Brasil e Bia Zaneratto, no 7 a 0, diante das Dragonas

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Bruna Calderan e Ary Borges comemoram o gol do Palmeiras pela Libertadores no Equador

Bruna Calderan e Ary Borges comemoram o gol do Palmeiras pela Libertadores no Equador

REPRODUÇÃO TWITTER/CONMEBOL LIBERTADORES FEM (17.10.2022)

A equipe do Palmeiras depois de superar o aguaceiro na estreia pela Libertadores feminina, na noite desta segunda-feira (17), acabou goleando as anfitriãs da competição, a Independiente Dragonas, do Equador, por 7 a 0, no estádio Casa Blanca, em Quito, chegando aos seis pontos no Grupo C e com a vaga antecipada para as quartas de final.

As palestrinas tiveram os gols anotados por Ary Borges, Byanca Brasil, Bia Zaneratto e Andressinha, por duas vezes, ainda no primeiro tempo. Já na etapa final a camisa 20 palmeirense deu duas assistências para a Bruna Calderan fazer mais dois tentos no confronto.

A nota triste do duelo realizado no vizinho sul-americano foi a contusão da goleira Amanda, aos 31' da primeira parte do jogo, quando driblou a atacante Caicedo, das equatorianas e imediatamente caiu no chão sentindo dores no joelho esquerdo.

Nos vestiários, passou por uma avaliação e foi encaminhada para o hospital mais próximo da região para realizar exames e saber a gravidade da lesão. Há chances de ser ligamento cruzado anterior.

Pela 3ª rodada, as palestrinas que já foi as redes em 10 oportunidadesfecharão a chave contra o Universidad Chile, às 19h15, também no Casa Blanca, na próxima quinta-feira (20), jogando pelo o empate para confirmar o primeiro lugar isolado - neste momento apenas os critérios de desempate determinam a colocação.

FICHA TÉCNICA
Independiente Dragonas (EQU) 0 x 7 Palmeiras
Local: Casa Blanca, Quito (EQU)
Data e hora: segunda-feira (17/10), às 19h15
Árbitra: Milagros Arruela (PER)
Auxiliares: Vera Lucia Yupanqui Murrieta (PER) e Gabriela Moreno Marchinares (PER)
Quarta árbitra: Maria Marotta (ITA)
Cartões amarelos: Hilaris Villasana, aos 28' 2º/T e Tamara Angulo, aos 39' 2º/T (Independiente Dragonas)

Gols: Ary Borges, aos 13' 1º/T, Byanca Brasil, aos 35' 1º/T, Andressinha, aos 15' e 38' 1º/T, Bia Zaneratto, aos 40' 1º/T, Bruna Calderan, aos 21' e 40' 2º/T (Palmeiras)

INDEPENDIENTE DRAGONAS-EQU: Irene Tobar (Andrea Morán); Tamara Angulo, Abril Reche (Ariana Lomas), María Serrano (Karina Valencia) e Claudia Pineda; Ericka Gracia, Claudia Roldán, Hilaris Villasana (Camila Paladines) e Nicole Charcopa; Carina Caicedo e Emily Arias. Técnico: Rodrigo Castrillón.

​PALMEIRAS: Amanda (Jully); Bruna Calderan, Júlia Bianchi (Sâmia), Poliana e Katrine; Duda Santos, Andressinha, Ary Borges (Day Silva) e Camilinha; Bia Zaneratto (Giovana) e Byanca Brasil (Carol Baiana). Técnico: Ricardo Belli.

Benzema e filho roubam a cena na premiação do Bola de Ouro

Últimas