Futebol Neymar dispara contra torcedor que agrediu Cássio: 'Vergonha'

Neymar dispara contra torcedor que agrediu Cássio: 'Vergonha'

Goleiro corintiano foi agredido no fim da partida contra o Peixe na Vila Belmiro; mesmo com vitória por 1 a 0, Peixe foi eliminado

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Formado na base do Santos, o atacante Neymar, hoje no PSG (França), desabafou nas redes sociais sobre a agressão de um torcedor do Peixe ao goleiro Cássio, do Corinthians, no jogo desta quarta-feira (13) que sacramentou a eliminação do Alvinegro Praiano nas oitavas de final da Copa do Brasil.

“Fico triste pela derrota do Santos, mas o que mais me entristeceu foi ver a atitude desse torcedor”, escreveu Neymar em sua conta oficial no Twitter.

“No calor do momento é onde tomamos atitudes que nos fazem se arrepender e nos deixam com vergonha. Espero que isso sirva de lição pra todos os torcedores!”, completou.

Torcedor santista invadiu gramado da Vila Belmiro e agrediu goleiro Cássio, do Corinthians

Torcedor santista invadiu gramado da Vila Belmiro e agrediu goleiro Cássio, do Corinthians

GUILHERME DIONíZIO/CÓDIGO19/ESTADÃO CONTEÚDO - 13.7.2022

No lance, após o apito final, o goleiro corintiano deixava o gramado da Vila Belmiro depois da vitória santista por 1 a 0 – que não foi suficiente para reverter os 4 a 0 do jogo de ida –, quando foi surpreendido pelas costas por um torcedor que invadiu o campo. O homem foi parcialmente contido, e Cássio conseguiu se defender.

Outros torcedores invadiram o gramado da Vila Belmiro, e os jogadores do Timão tiveram que sair rapidamente.

Após a partida, o clube do Parque São Jorge se manifestou em nota oficial condenando o que destacou como uma “situação inaceitável” e dizendo que cobrará punições. Pelo Santos, o atacante Marcos Leonardo, autor do único gol na partida, também condenou a atitude.

“Eu estava de frente ali. Eu vi o torcedor vindo ali no Cássio, ele estava de costas... então tentei proteger. Não preciso nem falar da pessoa dele, é um cara fenômeno que defende o Corinthians, tentei defender ele da melhor forma possível. O que eu não quero comigo, eu não quero com os outros. Felizmente tentei ajudar, como poderia ajudar qualquer um. Meu pai e minha mãe me deram um ensinamento de sempre ajudar o próximo e vou seguir sempre assim”, afirmou na saída de campo.

Ainda com o técnico interino Marcelo Fernandes, o Santos volta a campo no sábado (16), às 19h, quando vai até Florianópolis para encarar o Avaí, pela 17ª rodada do Brasileirão. No mesmo dia, só que mais tarde, às 21h, o Corinthians vai até a Arena Castelão, onde mede forças com o Ceará.

Confira as imagens da agressão sofrida por Cássio na Vila Belmiro

Últimas