Futebol Neymar detona arrogância de juiz e pede: 'Quero a Argentina na final'

Neymar detona arrogância de juiz e pede: 'Quero a Argentina na final'

Craque brasileiro ficou na bronca com a atuação de Roberto Tobar e fez muitos elogios a Lucas Paquetá, autor do gol da vitória

  • Futebol | Do R7

Neymar vem fazendo grande Copa América com a camisa da seleção brasileira

Neymar vem fazendo grande Copa América com a camisa da seleção brasileira

Andre Coelho/EFE 05.07.21

"Eu quero a Argentina". Essas foram algumas das primeiras palavras de Neymar após a classificação do Brasil para a final da Copa América, com vitória por 1 a 0 para cima do Peru, na noite desta segunda-feira (5), no Rio de Janeiro.

O craque, protagonista da jogada que definiu a classificação brasileira, sonha com o título em cima de seu amigo Messi, grande craque da Argentina e que, nesta terça, disputa a semi com a Colômbia.

E muito da chegada no Brasil à final é graças ao entrosamento de Neymar com Lucas Paquetá, que já havia feito o gol contra o Chile e voltou a garantir a vitória brasileira: "Paquetá é um grande jogador. Vem crescendo a cada partida. Fez grande temporada no clube dele e vem demonstrando que pode ser importante na seleção. Eu fico muito contente. É sempre bom estar reencontrando grandes jogadores na seleção brasileira".

Neymar e Messi são grandes amigos

Neymar e Messi são grandes amigos

Fernando Bizerra/EFE

Apesar da felicidade com a vitória, o camisa 10 não escondeu a sua insatisfação com a arbitragem do chileno Roberto Tobar, que optou por não marcar um pênalti claro para o Brasil em lance de Richarlison.

"O árbitro não pode fazer o que ele fez. É uma falta de respeito a forma que ele fala. Foi muito arrogante. Ele pode errar, acertar, faz parte, mas a arrogância que mostrou, não pode ser árbitro de semifinal de Copa América", detonou o brasileiro.

Atacante do Borussia Dortmund agride moda com looks diferentões

Últimas