Futebol MP pede arquivamento de caso de suposto estupro de Robson Bambu

MP pede arquivamento de caso de suposto estupro de Robson Bambu

Segundo promotoria, 'não há indícios suficientes nem justa causa para a deflagração de ação penal' contra o zagueiro do Corinthians

Agência Estado - Esportes
MP pede arquivamento do suposto caso de estupro que envolve Robson Bambu

MP pede arquivamento do suposto caso de estupro que envolve Robson Bambu

ETTORE CHIEREGUINI/AGIF - AGÊNCIA DE FOTOGRAFIA/ESTADÃO CONTEÚDO - 12/05/2022

O Ministério Público de São Paulo pediu, nesta segunda-feira (16), o arquivamento da investigação que apura suposto estupro cometido pelo jogador Robson Bambu, do Corinthians. O zagueiro está integrado ao elenco do time paulista na Argentina, onde enfrentará o Boca Juniors na terça-feira (17) pela fase de grupos da Copa Libertadores.

De acordo com o promotor Marcio Takeshi Nakada, "não há indícios suficientes nem justa causa para a deflagração de ação penal contra os investigados Wellington e Robson". Wellington Ferreira Barros, o Pezinho Jr., é amigo de Bambu e também estava envolvido no caso.

"Diante do exposto, por falta de justa causa, promovo o arquivamento dos presentes autos de inquérito policial, sem prejuízo do art. 18 do Código de Processo Penal", diz Nakada no fim do arquivo de 45 páginas. Para que o arquivamento seja efetivado, um juiz precisa concordar com a decisão do promotor.

A investigação se referia a uma denúncia ocorrida no início de fevereiro. A suposta vítima alegava ter sofrido abuso sexual por parte do jogador do Corinthians. Mas as acusações não foram corroboradas pela Polícia Civil após investigação, depoimento de testemunhas, imagens de vídeos e exames toxicológicos.

No começo deste mês, a delegada Katia Domingues Salvatori não indiciou Robson Bambu no relatório do inquérito. O Ministério Público seguiu o mesmo caminho.

"As provas cuidadosamente produzidas nos autos apontavam para uma falsa denúncia. Robson é inocente, uma pessoa correta, pai presente de uma linda bebê, e sempre tratou as mulheres com todo o devido respeito", disse Fernanda Tortima, advogada do jogador. "Lamenta-se a forma como o caso foi tratado por parte da imprensa, que chegou a pedir seu afastamento, causando, assim, inegáveis prejuízos à sua carreira e imagem. E tudo isso antes da conclusão do inquérito, conduzido pelas autoridades com todo o rigor. Que fique a reflexão."

Jogador preso por racismo, show de Doncic na NBA e mais: os destaques deste fim de semana

Últimas