Mourinho teme lesão de Kane e exibe irritação com Ndombélé no Tottenham

O Tottenham está esperando para descobrir a extensão da lesão na coxa de Harry Kane depois que o atacante deixou o estádio do Southampton de muletas, após uma derrota por 1 a 0 da equipe londrina, nesta quarta-feira.

Kane se lesionou ao marcar um gol em impedimento, provocando temores de que ele possa ficar por um longo período afastado dos gramados. "Harry sair é negativo", disse o técnico do Tottenham, José Mourinho. "A coxa é sempre algo negativo. É um rompimento? É uma contratura? Neste momento não posso dizer."

Para piorar o cenário, Kane não foi o único jogador que o Tottenham perdeu por lesão, pois Tanguy Ndombélé precisou ser substituído ainda no primeiro tempo e fez com que Mourinho perdesse a paciência.

O meio-campista francês vem sendo atormentado por lesões desde a sua chegada ao clube, vindo do Lyon, antes do início da temporada e disse recentemente ao técnico que não queria ser relacionado para a vitória sobre o Brighton no "Boxing Day".

Mourinho não se conteve em sua avaliação sobre a contratação do clube, algo que atendeu a um pedido de Mauricio Pochettino, o técnico anterior. "Ele está sempre machucado", afirmou Mourinho. "Ele joga uma partida, na próxima semana ele está machucado, ele joga outra partida. Estamos cheios de esperanças e isso é desde o início da temporada."

"É claro que é uma preocupação, você acha que tem um jogador, acha que o jogador está em processo de evolução, ele joga muito bem contra o Norwich, você acha que hoje ele está pronto para isso e ele não está pronto. Não posso dizer muito mais do que isso, porque é uma situação que vem desde o início da temporada."

Derrotado pelo Southampton, o Tottenham é o sexto colocado do Campeonato Inglês com 30 pontos. O próximo compromisso do time será no domingo, pela Copa da Inglaterra, contra o Middlesbrough.