Mourinho destaca mais um português campeão pelo mundo: 'Feliz pelo Jorge Jesus'

Os títulos conquistados pelo Flamengo no final de semana, especialmente a Copa Libertadores, tiveram grande repercussão na América do Sul e até na Europa. Nesta segunda-feira, José Mourinho, que assumiu o comando do Tottenham na semana passada e é um dos técnicos portugueses de maior prestígio no futebol, fez questão de parabenizar o compatriota Jorge Jesus pelos feitos com o clube rubro-negro.

"Está em direto (ao vivo)? Parabéns ao JJ (Jorge Jesus) aí", soltou Mourinho no início da entrevista coletiva prévia ao jogo do Tottenham contra o Olympiacos, da Grécia, nesta terça-feira, em Londres, pela quinta rodada da fase de grupos da Liga dos Campeões da Europa.

Mourinho, campeão da competição europeia por Porto e Inter de Milão, foi modesto sobre a importância da nacionalidade dos técnicos, mas exaltou o trabalho dos portugueses ao redor do mundo como Manuel José, que venceu quatro Ligas dos Campeões de África pelo Al-Ahly, do Egito, e Jorge Jesus, que conquistou o título da América.

"É verdade que temos um português campeão na Europa (ele próprio), um na África (Manuel José) e outro agora na América do sul... Sou 100% português, mas não gosto muito disso dos portugueses serem melhores. Há muitos bons treinadores no mundo, a qualidade não tem nacionalidade", disse Mourinho. "Estou muito satisfeito por termos bons treinadores, é sinal de prestígio e abrimos portas, sei que há muitos à volta do mundo. Apenas tenho orgulho por ter alguma responsabilidade nisso. E estou feliz pelo Jorge", completou.

Na mesma coletiva, o treinador foi questionado sobre um possível interesse do Tottenham no sueco Zlatan Ibrahimovic, que recentemente deixou o Los Angeles Galaxy, dos Estados Unidos. Prontamente negou qualquer intenção de fechar contrato com o atacante.

"O Zlatan é um jogador incrível, uma pessoa incrível, mas eu terei que dizer que não, sem hipótese. Nós temos o melhor centroavante da Inglaterra (Harry Kane). Temos um dos melhores dois ou três centroavantes do mundo. Não faz qualquer sentido. Um atacante da dimensão do Zlatan, obviamente nos seus 30 e muitos (anos), mas ainda assim um atacante que consegue jogar em qualquer clube no mundo, não faz sentido vir para um clube onde temos Harry Kane", afirmou.