Futebol 'Mínimo que a gente podia fazer', diz Leonardo após triunfo do Santos

'Mínimo que a gente podia fazer', diz Leonardo após triunfo do Santos

Com casa cheia na Vila Belmiro, Peixe venceu o Coritiba por 3 a 0, garantiu R$ 3 milhões e avançou às oitavas da Copa do Brasil

  • Futebol | Do Live Futebol BR

Marcos Leonardo, do Peixe

Marcos Leonardo, do Peixe

Ivan Storti/Santos FC

Artilheiro do Santos na temporada, com oito gols, Marcos Leonardo demonstrou gratidão à torcida logo após classificação do time na Copa do Brasil com um convincente 3 a 0 sobre o Coritiba na noite desta quinta-feira (12), na Vila Belmiro. Gols dele, Madson e Rodrigo Fernández.

"A torcida fez uma festa linda. O mínimo que a gente podia fazer era jogar com vontade e sair classificado", declarou Leonardo, também destaque na seleção brasileira sub-20 com sete dos 14 gols marcados em três recentes amistosos.

Já o lateral Madson analisou a partida e disse que o Peixe teve uma "intensidade absurda" numa partida "quase perfeita" na Vila Belmiro.

"Acho que foi uma partida quase perfeita. Equipe teve uma intensidade absurda. No primeiro tempo conseguiram segurar bem nosso time, mas sabíamos da nossa força dentro de caso. A gente tinha consciência que, quando o primeiro gol saísse, a equipe ia crescer e foi o que aconteceu. Foi a melhor atuação da equipe no ano. Muito feliz pelo gol e pela classificação. Vivemos um bom momento, agora é curtir e aproveitar a classificação, que é muito importante para o restante da temporada", disse, em entrevista à Amazon.

O próximo compromisso do Peixe será no domingo (15), às 19h, contra o Goiás, no Estádio Hailé Pinheiro, também conhecido como Estádio da Serrinha, em Goiânia. O duelo é válido pelo Campeonato Brasileiro – no qual o time do litoral paulista ocupa a vice-liderança.

Neymar é o único brasileiro entre atletas mais bem pagos do mundo

Últimas