Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Marta passa em branco, seleção feminina é dominada e perde para o Japão em amistoso no Morumbi

Depois de vencer o primeiro jogo por 2 a 0, brasileiras foram batidas por 4 a 3 neste domingo 

Futebol|Do R7


Seleção brasileira perde para o Japão
Seleção brasileira perde para o Japão

A seleção brasileira feminina não repetiu o desempenho da última quinta-feira, quando bateu o Japão por 4 a 3, e acabou sendo derrotada, neste domingo (3) pela equipe japonesa por 2 a 0, no Morumbi, em mais um amistoso sob o comando do técnico Arthur Elias.

Apesar da tarde ruim do Brasil, que pouco levou perigo ao Japão, a torcida fez o seu papel e apoiou a equipe do início ao fim, principalmente após a entrada de Marta. Mais de 13 mil pessoas estiveram presentes no Morumbi.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Assine a newsletter R7 em Ponto

Publicidade

Esse apoio poderá continuar na quarta-feira, no último amistoso da seleção brasileira. O duelo será contra a Nicarágua, às 18h, na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara (SP).

O duelo marcou também a ação do Brasil de combate à violência contra as mulheres. Nas camisas das jogadoras, estavam estampadas as mensagens "O silêncio não protege" na frente e "Denuncie. Ligue 180" no verso. A mensagem também esteve presente na placa com a qual as atletas posaram antes da partida.

A seleção brasileira entrou em campo com alguns desfalques devido ao surto de Covid-19 que atingiu o elenco. Aline Milene, Luciana e Rafaelle testaram positivo para a doença e ficaram de fora. Além disso, o técnico Arthur Elias aproveitou para fazer novos testes e contou com o retorno de Antonia, recuperada de Covid.

Quando a bola rolou, o Japão não demorou a tomar o controle da partida e acabou surpreendendo a seleção brasileira. Aos 16 minutos, depois de tanto insistir, Endo cobrou escanteio e viu a bola chegar em Minami. Com total liberdade, a zagueira chutou cruzado para abrir o marcador.

O Brasil tentou uma resposta imediata com Debinha, mas acabou sofrendo o segundo gol aos 18 minutos. Após boa jogada pelo lado esquerdo, a bola chegou em Mina Tanaka, que arriscou de longe. Lelê estava adiantada e acabou aceitando.

E o Japão esteve mais próximo de fazer o terceiro do que o Brasil de diminuir. Aos 48, Naomoto invadiu a área e teve grande oportunidade de ampliar, mas o chute acabou saindo fraco e facilitando a vida da goleira Lelê, que fez a defesa.

No segundo tempo, Arthur Elias colocou Bia Zaneratto no jogou e deixou a seleção brasileira mais ofensiva. O Brasil chegou a ameaçar, mas encontrou dificuldade de ficar com a bola nos pés. Aos 4 minutos, Momoko Tanaka saiu para fazer a defesa, mas soltou a bola nos pés de Geyse. Com o gol aberto, a atacante puxou para o pé direito e jogou para fora.

Após o susto, o Brasil simplesmente parou. O time de Arthur Elias não conseguiu trocar passes e pouco assustou. Marta chegou a entrar e foi ovacionada pelos torcedores. No entanto, não conseguiu tirar o zero do marcador. Na frente do placar, o Japão se fechou e apenas administrou o resultado, vingando-se assim da derrota por 4 a 3, na quinta-feira.

Veja sete motivos para acreditar que Ancelotti não assume a seleção brasileira

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.