Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Mãe de Rubiales está hospitalizada após greve de fome para contestar acusação contra o filho

Ángeles Bejar acredita no presidente da RFEF e recebeu atendimento médico após sofrer com calor, cansaço e nervoso

Futebol|Do R7


Ángeles Bejar diz acreditar na versão do filho
Ángeles Bejar diz acreditar na versão do filho

Ángeles Bejar, mãe do dirigente espanhol Luis Rubiales, está hospitalizada em razão da greve de fome que iniciou na segunda-feira. O ato de Ángeles é uma demonstração de apoio à versão de Rubiales sobre o beijo dado por ele na atacante Jenni Hermoso, durante a celebração do título da Copa do Mundo feminina. A jogadora diz que não houve consentimento, diferentemente do afirmado pelo outro lado.

Rubiales é presidente da Real Federação Espanhola de Futebol (RFEF) e se negou a renunciar em meio à polêmica, mas foi afastado do cargo pela Fifa enquanto uma investigação é conduzida. Na última segunda-feira, Ángeles entrou em greve de fome e decidiu se trancar dentro de uma igreja na cidade de Motril, na região da Andaluzia, como protesto contra o que considera uma campanha para difamar o filho.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Publicidade

A situação fez a mãe do dirigente ser hospitalizada. "Foi agora, por causa do calor e tudo mais. Seus pés estavam inchados e ela estava cansada. Também estava nervosa", afirmou uma autoridade em contato com a imprensa na porta do local nesta quarta-feira (30).

Rubiales está suspenso por 90 dias após forte pressão pública desde que as imagens do beijo correram o mundo. Existia a expectativa de renúncia na sexta-feira passada, durante assembleia extraordinária da RFEF, mas o encontro foi usado pelo dirigente para se defender e dizer que não iria entregar o cargo. Segundo ele, o beijo foi consentido.

Publicidade

Depois disso, Hermoso publicou uma nota, por meio do sindicato FutPro, para rebater e dizer que o beijo não foi consentido. O mesmo comunicado é assinado pelas companheiras de seleção da atacante, que afirmam que não irão mais defender a Espanha enquanto "os atuais dirigentes continuarem no comando".

Além de beijar campeã da Copa, dirigente teria roubado dinheiro para festa; conheça Luis Rubiales

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.