Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Luís Castro destaca boa atuação do Botafogo mesmo após derrota

Alvinegro deixou o gramado da Vila Belmiro com 23 finalizações e controlou a maior parte do duelo

Futebol|Do Live Futebol BR

Luís Castro conheceu sua 9ª derrota comandado o Botafogo no Brasileirão
Luís Castro conheceu sua 9ª derrota comandado o Botafogo no Brasileirão Luís Castro conheceu sua 9ª derrota comandado o Botafogo no Brasileirão

Técnico do Botafogo, o português Luís Castro concedeu entrevista coletiva após a derrota por 2 a 0 para o Santos, nesta quarta-feira (20), na Vila Belmiro, pela 18ª rodada do Campeonato Brasileiro. O comandante da equipe assumiu a responsabilidade e afirmou que o Alvinegro merecia um resultado melhor jogando fora de casa.

O grande problema do Botafogo nos últimos jogos é a falta de precisão. O time não balança as redes há quatro partidas e vinha criando poucas oportunidades, algo que não pode ser debatido no duelo contra o Peixe. Luís Castro destacou o volume de jogo do Glorioso e puxou a responabilidade depois da quarta derrota consecutiva.

"Se me perguntar se a equipe jogou bem ou mal, digo que jogou bem. Não merecia ter perdido o jogo. Teve 23 finalizações contra um Santos fora de casa. Foram 12 finalizações dentro da área, oito oportunidades claras. Construiu até dentro da área. Por isso, eu tenho que dizer que toda a construção das jogadas a equipe conseguiu os objetivos. Não conseguiu na hora da finalização. O que já aconteceu com o Erison, com o Matheus... Não posso individualizar. No futebol, tem de haver um culpado pela derrota, porque o futebol não admite que uma equipe perde. Sim, perdemos quatro jogos seguidos, mas quero tirar a responsabilidade da minha equipe e colocá-la em cima de mim. Não vou deixar que matem os jogadores do meu plantel, até porque tenho poucos jogadores", disse.

Leia também

Um dos temas abordados pelo técnico na entrevista coletiva foi sobre a arbitragem. Para Luís Castro, algumas decisões do trio responsável pela condução da partida atrapalharam sua equipe em lances capitais.

Publicidade

"Por que o auxiliar resolveu marcar a falta quando o árbitro tinha visão do lance e escolheu não marcar (lance do primeiro gol do Santos)? E por que o árbitro parou o jogo quando o Lucas Fernandes tinha o campo aberto para atacar? Quando estávamos em cima no jogo, tomamos o segundo gol. Mesmo assim, a equipe sempre buscou o gol", destacou.

O Botafogo volta a campo no sábado (23), às 21h, no estádio Nilton Santos, contra o embalado time do Athletico-PR comandado por Luiz Felipe Scolari. O Alvinegro ocupa a 12ª colocação na tabela, com 21 pontos, e se vê em situação desconfortável próximo ao Z-4.

Multicampeão, Alison dos Santos coleciona recordes aos 22 anos

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.