Campeonato Brasileiro

Futebol Juventude bate Bragantino, respira contra a queda e rebaixa Sport

Juventude bate Bragantino, respira contra a queda e rebaixa Sport

Ricardo Bueno perde pênalti, mas se redime e faz o gol da vitória por 1 a 0. Time gaúcho subiu aos 43 pontos no Brasileirão

Agência Estado - Esportes
Ricardo Bueno fez o gol que garantiu a vitória e importantes pontos ao Juventude

Ricardo Bueno fez o gol que garantiu a vitória e importantes pontos ao Juventude

Fernando Alves/EC Juventude

No duelo que abriu as disputas do Brasileirão, na noite desta terça-feira, o Red Bull Bragantino perdeu a chance de seguir tranquilo no G6. Isso porque, jogando fora de casa, no estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS), o time paulista acabou derrotado pelo Juventude, pelo placar de 1 a 0. Ricardo Bueno, ainda no primeiro tempo, fez o gol que fez o time gaúcho respirar contra a zona de rebaixamento e de quebra, ainda decretou o rebaixamento do Sport que com este resultado não tem mais chances de se salvar.

Com o resultado, o Juventude subiu para 14ª colocação com 43 pontos, abrindo três de vantagem para o Bahia, que tem 40 e é o primeiro time dentro da degola. O Sport, ficou com 33 e não consegue mais se livrar do rebaixamento. O time pernambucano pode alcançar até 42 pontos, mesma pontuação do Athletico-PR, mas perderia no número de vitórias. Já o Red Bull Bragantino segue estacionado em quinto com 53, mas pode perder a vaga no G-6 - zona de classificação para a Libertadores de 2022 - no decorrer destes jogos atrasados do Brasileirão.

Mesmo jogando fora de casa, foi o Red Bull Bragantino que começou a partida tomando as rédeas do jogo com uma marcação alta e dificultando a saída de bola do Juventude. Mas, com o passar do tempo, o time gaúcho foi ganhando mais espaço e conseguiu equilibrar a partida.

Tanto que a primeira chance de gol saiu pelos lados dos donos da casa. Aos 35 minutos, Guilherme Castilho foi derrubado na área por Jadsom Silva e depois de analisar o VAR, o árbitro marcou pênalti. Ricardo Bueno foi para a cobrança, mas chutou para fora.

No apagar das luzes do primeiro tempo, o atacante conseguiu se redimir e abriu o placar aos 44 minutos. Ele recebeu um toque açucarado na entrada da área, girou para cima do marcador e bateu no cantinho do goleiro Cleiton, que ainda viu a bola bater na trave antes de entrar.

Na volta do intervalo, o ritmo caiu um pouco, com os times trocando passes no meio-campo e buscando espaço para chegar com perigo ao gol adversário. Mas, isso só foi acontecer aos 16 minutos, quando Luan Cândido cruzou na área e encontrou Ytalo, livre. Mas, o atacante cabeceou para fora, perdendo uma grande chance para o Red Bull Bragantino empatar.

A partir daí, os times começaram a se lançar em contra-ataques, mas sem sucesso. Em um desses lances, Ricardo Bueno alegou ter recebido uma cotovelada de Aderlan e a houve confusão entre os jogadores, mas os ânimos logo foram acalmados. Depois disso, não houve tempo para mais nada e o Juventude venceu por 1 a 0, com muita comemoração de mais de 18 mil torcedores.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a disputa da reta final do Brasileirão. Na sexta-feira, o Juventude visita o Fortaleza, na Arena Castelão, às 21h. Já no domingo, o Red Bull Bragantino também joga fora de casa quando encara o Atlético-MG, no Mineirão, às 16h.

JUVENTUDE 1 X 0 RB BRAGANTINO

JUVENTUDE - Douglas Friedrich; Michel (Paulo Henrique), Vitor Mendes, Rafael Foster e William Matheus; Jadson (Ricardinho), Dawhan, Guilherme Castilho e Wescley (Chico); Sorriso (Capixaba) e Ricardo Bueno (Roberson). Técnico: Jair Ventura.

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Aderlan, Fabrício Bruno, Léo Ortiz e Luan Cândido; Jadsom Silva, Emiliano Martínez (Helinho) e Praxedes (Gabriel Novaes); Artur, Ytalo (Hurtado) e Cuello. Técnico: Maurício Barbieri.

GOL - Ricardo Bueno, aos 44 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO Felipe Fernandes Lima (MG).

CARTÕES AMARELOS Vitor Mendes, Jadson e Ricardinho (Juventude) e Aderlan, Léo Ortiz e Jadsom Silva (Red Bull Bragantino).

PÚBLICO - 18.413 torcedores.

RENDA - Não divulgada.

LOCAL - Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Lembre times do Atlético-MG que bateram na trave no Brasileirão

Últimas