Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Jogador da Ponte relata ofensas racistas da torcida do Criciúma

Atacante Da Silva afirmou ter sido chamado de ‘macaco’ em Santa Catarina e vai registrar boletim de ocorrência

Futebol|Do Live Futebol BR

Lance da partida entre Criciúma e Ponte Preta que terminou empatada por 1 a 1
Lance da partida entre Criciúma e Ponte Preta que terminou empatada por 1 a 1 Lance da partida entre Criciúma e Ponte Preta que terminou empatada por 1 a 1

O atacante Da Silva, da Ponte Preta, relatou ter sido alvo de ofensas racistas pela torcida do Criciúma na noite desta sexta-feira (15). O fato teria acontecido no fim do primeiro tempo do jogo pela 18ª rodada da Série B, que terminou empatado por 1 a 1 no Estádio Heriberto Hülse.

Em depoimento, o jogador diz ter sido chamado de “macaco” quando os atletas reservas da Ponte realizavam aquecimento atrás de um dos gols. O jogo chegou a ser paralisado nos acréscimos do primeiro tempo.

Árbitro do jogo, Caio Max Augusto Vieira acionou a polícia e a partida retornou após três minutos. Tanto a Ponte quanto o Criciúma publicaram notas oficiais sobre o ocorrido. A equipe paulista confirmou que o atleta vai registrar um boletim de ocorrência.

Leia também

“O atacante pontepretano Da Silva irá registrar Boletim de Ocorrência em virtude de ofensas racistas dirigidas a ele por torcedores do Criciúma – que também cuspiram, jogaram objetos e bebida em cima dos atletas pontepretanos que faziam aquecimento”, escreveu a Ponte.

Publicidade

Já o Criciúma repudiou o ato afirmando que “jamais será omisso diante de um fato tão grave” e diz que o responsável já foi identificado.

“O clube, com o auxílio da Polícia Militar e de atletas da Ponte Preta, já identificou o responsável e está tomando as medidas cabíveis diante do caso lamentável ocorrido durante a partida da noite desta sexta-feira (15/07) no estádio Heriberto Hülse. O fato só reforça a importância da luta diária por um futebol sem ódio”, escreveu o clube catarinense.

Escravizado na infância e nome trocado: tetracampeão olímpico revela passado traumático

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.