Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Internacional sofre, mas vence o CSA de virada e larga na frente na Copa do Brasil

Colorado sai atrás do marcador, mas consegue reação no Beira-Rio; capitão Alan Patrick foi o nome do jogo com dois gols marcados

Futebol|Do R7


Alan Patrick comemora gol que deu vantagem ao Internacional no marcador
Alan Patrick comemora gol que deu vantagem ao Internacional no marcador

O Internacional estreou na Copa do Brasil nesta terça-feira (11) com um susto. No Beira-Rio, o Colorado saiu atrás no marcador contra o CSA, mas buscou a reação com brilho de Alan Patrick, autor de dois gols, e sentenciou a virada por 2 a 1.

Desta forma, o time treinado por Mano Menezes joga pelo empate no confronto da volta, em Alagoas, no dia 27, para avançar às oitavas de final do torneio.

O início do jogo foi eletrizante. Barbalhas foi derrubado na área, o VAR entrou em ação e o juiz deu pênalti para o Inter. Pedro Henrique soltou o pé, mas Dalberson pegou. Abalado, o Inter mostrou fragilidade e viu o CSA abrir o marcador minutos depois com Gabriel Taliari.

A pressão da torcida chegou ao campo e o Inter não conseguia encaixar. Por mais que o CSA deixasse espaços, o time não criava com perigo. Aos 24 minutos veio o respiro. No cruzamento rasteiro, Alan Patrick completou para o fundo do gol e acalmou os ânimos.

Publicidade

Na etapa final, o Inter voltou mais ligado e, logo de cara, alcançou a virada no marcador. Pedro Henrique disparou na direita, cruzou, a zaga afastou errado e Alan Patrick pegou de primeira: 2 a 1. Apesar da vantagem, quem cresceu no jogo foi o CSA, que em duas estocadas ficou perto do empate. Na melhor delas, Keiler não saiu bem após cobrança de escanteio e a cabeçada de Moisés Ribeiro deu na trave.

Preocupado com a postura do time, Mano Menezes mexeu com substituições e ficou perto de decretar o triunfo com De Pena. Na cara do goleiro, o uruguaio bateu e Dalberson fez milagre. Nos minutos finais o Azulão teve a bola do jogo para empatar. Após cruzamento da esquerda, Ednei cabeceou e Keiler fez milagre para segurar a vitória.

Publicidade

Ficha técnica

INTERNACIONAL 2 X 1 CSA

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)

Publicidade

Data e hora: 11/4/2023 – 20h

Árbitro: Yuri Elino Ferreira da Cruz (RJ)

Assistentes: Luiz Claudio Regazone e Michael Correia (ambos RJ)

VAR: Pablo Ramon Gonçalves Pinheiro (RN)

Público/renda: pagantes/R$

Cartões amarelos: Barbalhas, Gabriel Mercado, Vitão, Lucca (INT), Thiaguinho, Rafael Foster, Arnaldo, Gabriel Taliari (CSA)

Cartões vermelhos: nenhum

Gols: Gabriel Taliari (9’/1ºT) Alan Patrick (24’/1ºT) (5’/2ºT)

INTERNACIONAL: Keiller; Matheus Dias (Johnny, aos 34/2ºT), Gabriel Mercado, Vitão e Renê; Gabriel Barbalhas (Thauan Lara, ao 0/2ºT), Carlos de Pena e Alan Patrick (Lucc, aos 18/2ºT); Wanderson, Pedro Henrique (Lucas Ramos, aos 24/2ºT) e Luiz Adriano (Alemão, aos 24/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

CSA: Dalberson, Cedric, Rafael Foster, Ednei e Rhuan; Bruno Matias, Moisés, Tomas Bastos (Almir Luan, aos 42/2ºT) (Yago Henrique, aos 24/2ºT) e Thiaguinho (Arnaldo, aos 25/2ºT); Robinho e Gabriel Taliari (Jô, aos 42/2ºT). Técnico: Vinicius Bergantin.

VP acumulou fracassos no Brasil, e o último levou a sua demissão do Flamengo; relembre fiascos

" gallery_id="63ffa95e43527f224a0005f3" url_iframe_gallery="esportes.r7.com/futebol/internacional-sofre-mas-vence-o-csa-de-virada-e-larga-na-frente-na-copa-do-brasil-12042023"]

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.