Libertadores

Futebol Internacional empata sem gols com o Olímpia na Libertadores

Internacional empata sem gols com o Olímpia na Libertadores

Colorado teve chances, assim como o time paraguaio, mas placar não saiu do zero. Equipes voltam a se enfrentar na próxima quinta

  • Futebol | Pietro Otsuka, do R7

Internacional cria chances, mas não sai do zero contra o Olímpia

Internacional cria chances, mas não sai do zero contra o Olímpia

Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional ficou apenas no empate com o Olímpia, fora de casa, pela partida de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. Ambas as equipes produziram oportunidades de gol, mas o placar não saiu do zero no Paraguai. 

O primeiro foi de boas chances para os dois lados, com momentos de protagonismo de ambas as equipes. O melhor momento do Inter na primeira etapa foi entre os 20 e 30 minutos, especialmente com Caio Vidal.

O meio campista colorado teve a melhor chance no rebote da defesa do Olímpia. A zaga paraguaia desviou mal e o jogador pegou de primeira, numa linda batida, no ângulo, mas Aguilar foi buscar e fez bela defesa.

Depois, a situação se inverteu e o Olímpia passou a chegar com perigo. O goleiro Daniel fez duas boas defesas, a primeira no chute rasteiro de Iván Torres, em que o arqueiro se lançou ao pé da trave para impedir o gol. A segunda oportunidade do time paraguaio foi no chute de primeira de Silva, que também parou em Daniel. 

2º tempo

Na volta do intervalo, as características da partida não mudaram. Os times alternavam momentos de maior imposição e volume de jogo, mas sem chances claras de gol. A melhor oportunidade até a metade da segunda etapa foi do Olímpia, mais uma vez obrigando Daniel a intervir para evitar o gol. 

Patrick, peça importante do Inter, esteve abaixo

Patrick, peça importante do Inter, esteve abaixo

Ricardo Duarte/Internacional

O Internacional trabalhava bem a bola nos arredores da área do time paraguaio, mas uma das principais engrenagens da equipe parecia deslocada em campo: Patrick. O camisa 5, sempre muito participativo, com forte imposição física somada a técnica refinada, estava nitidamente abaixo, errando passes e comprometendo a sequência das jogadas do Colorado. 

A melhor oportunidade do Inter foi pelos pés de Edenilson. Patrick recebeu lançamento na ponta esquerda e, de primeira, escorou para dentro da área. O camisa 8 chutou de primeira, mas a bola acabou passando ao lado da trave direita do goleiro Aguilar. 

No entanto, a grande chance de gol da partida foi pelo lado dos paraguaios. Dérlis Gonzáles puxou contra-ataque fulminante pelo flanco direito, ganhou no corpo da defesa colorada e tocou de lado, para Salazar. O jogador do Olímpia, porém, acabou se atrapalhando e, sem goleiro, chutou para fora.

Próximos confrontos

O Internacional volta a campo no próximo domingo (18), às 20h30, contra o Juventude, no Beira-Rio, pela 12ª rodada do Campeonato Brasileiro. Pela Libertadores, o jogo de volta das oitavas de final acontece na próxima quinta-feira (22), às 21h30, também na casa do Colorado.

O vencedor do duelo entre Internacional e Olímpia encara Flamengo ou Defensa y Justicia, que se enfrentam na próxima quarta-feira (21), às 21h30, no Maracanã. Na partida de ida das oitavas de final, no jogo que marcou a estreia de Renato Gaúcho, o Rubro-Negro venceu por 1 a 0, com gol de Michael.

Racismo após pênalti perdido e causas sociais: conheça Rashford

Últimas