Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Inter fica à frente do placar duas vezes, mas cede empate ao Nacional no fim; assista aos gols

O time uruguaio marcou aos 44 do segundo tempo para garantir igualdade no placar; o Colorado tem cinco pontos e é o vice-líder

Futebol|Do R7

No Beira-Rio, o Internacional ficou duas vezes em vantagem, mas cedeu o empate ao Nacional por 2 a 2. Com o placar, o Colorado fica com cinco pontos. O Bolso é o líder do Grupo B, com sete pontos.

· Compartilhe esta notícia no WhatsApp

· Compartilhe esta notícia no Telegram

Na próxima rodada, o Inter busca a recuperação diante do Metropolitanos, na Venezuela. O Nacional visita o Independiente Medellín, na Colômbia.

Publicidade
Em jogo movimentado, gaúchos e uruguaios ficaram no empate
Em jogo movimentado, gaúchos e uruguaios ficaram no empate Em jogo movimentado, gaúchos e uruguaios ficaram no empate

O jogo

Apoiado pela torcida, o Internacional não demorou muito para abrir o placar. Na bola parada, Gabriel Mercado aproveitou o escanteio cobrado por Wanderson e desviou para o fundo da rede. 1 a 0.

O gol empolgou o Colorado, que aumentou o volume dentro de campo. Mauricio e Alemão arriscaram e deram trabalho ao goleiro Rochet. Pouco depois, Wanderson saiu na cara do arqueiro, mas chutou para fora.

Publicidade

Quando o Nacional se arriscou, a zaga do Inter não resistiu. Zabala desarmou Alemão, tabelou com o companheiro e tentou cruzar. A bola bateu em Vitão e sobrou com o camisa 22, que bateu no canto direito para deixar tudo igual.

Na etapa final, o cenário foi completamente diferente. O Nacional voltou melhor e esfriou qualquer tipo de pressão do Colorado, que encontrava dificuldade para criar.

Publicidade

Diante da falta de inspiração do Inter, Mano Menezes colocou Pedro Henrique. O camisa 28 demonstrou um pouco mais de disposição que seus companheiros, saiu na cara do goleiro e pôs o Internacional em vantagem. Ao driblar Rochet, porém, a bola pegou no braço do jogador, e o VAR anulou o tento. 

Quando a vaia ecoava pelo Beira-Rio, brilhou a estrela de Carlos de Pena. O uruguaio recebeu de Lucca e bateu de primeira. Rochet pulou e não alcançou. 2 a 1.

Nos minutos finais, o Nacional apostou na bola aérea e teve o zagueiro Noguera como personagem. Se no primeiro lance ele perdeu um gol inacreditável na pequena área, na sequência não desperdiçou. Após um levantamento da esquerda, ele se antecipou a Keiller e mandou para a rede. 2 a 2.

Ficha técnica

Internacional 2 x 2 Nacional-URU

Local: Beira-Rio, Porto Alegre (RS)

Data/hora: 3/5/2023 – 19h

Árbitro: Facundo Tello (ARG)

Auxiliares: Juan Belati (ARG) e Diego Bonfá (ARG)

VAR: Maximiliano Rodríguez (ARG)

Cartões amarelos: Wanderson; Gustavo Campanharo (INT); Pereiro (NAC)

Gols: Gabriel Mercado (10’/1ºT); Zabala (37’/1ºT); De Pena (37’/2ºT); Noguera (44’/2ºT)

Internacional: Keiller; Igor Gomes (Bustos, aos 18/2ºT), Vitão, Mercado e Renê; Gustavo Campanharo (Matheus Dias, aos 39/2ºT), De Pena e Mauricio (Lucca, aos 36/2ºT), Alan Patrick, Wanderson (Pedro Henrique, aos 18/2ºT); Alemão (Luis Adriano, aos 36/2ºT). Técnico: Mano Menezes.

Nacional: Rochet; Lozano, Noguera, Polenta e Candido; Diego Rodríguez (Montiel, aos 14/2ºT), Montiel, Zabala, Pereiro (Fagundes, aos 17/2ºT) e Trezza (Federico Martínez, aos 44/2ºT); Ignacio Ramires (Damiani, aos 35/2ºT). Técnico: Álvaro Gutiérres.

Aos 42 anos, morre Gustavo Magliocca, coordenador médico do Palmeiras

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.