Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Hermoso recorre a sindicato, que pede punição ao presidente da federação espanhola

Jogadora foi beijada à força pelo presidente da RFEF, Luis Rubiales, quando recebia a medalha de ouro pelo título na Copa do Mundo

Futebol|

Luis Rubiales disse que o ato foi de 'carinho entre dois amigos'
Luis Rubiales disse que o ato foi de 'carinho entre dois amigos' Luis Rubiales disse que o ato foi de 'carinho entre dois amigos'

Jenni Hermoso, campeã da Copa do Mundo com a Espanha, afirmou em um comunicado divulgado nesta quarta-feira (23) que seus agentes, respaldados pelo sindicato de jogadoras de futebol da Espanha (Futpro), vão "defender seus interesses", após o caso do beijo que recebeu do presidente da Federação Espanhola de Futebol (RFEF), Luis Rubiales.

"Meu sindicato, Futpro, em coordenação com minha agência, TMJ, está encarregado de defender meus interesses e ser interlocutor sobre esse assunto", apontou a jogadora.

Por sua vez, o sindicato expressou sua "firme condenação diante de condutas que atentam contra a dignidade das mulheres". O Futpro pede à RFEF que "zele pelos direitos de nossas jogadores e adote medidas exemplares", após a ação de Rubiales na final da Copa do Mundo Feminina, vencida pela Espanha por 1 a 0.

· Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

· Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Ao parabenizar Hermoso na entrega das medalhas, o dirigente deu um beijo na boca da jogadora, ato pelo qual foi duramente criticado no mundo todo. "É essencial que nossa seleção, atual campeã do mundo, esteja sempre representada por figuras que projetem valores de igualdade e respeito em todos os âmbitos", acrescentou o sindicato.

Publicidade

O Futpro também pede ao Conselho Superior de Esportes (CSD) da Espanha que "apoie e promova ativamente a prevenção e a intervenção contra o assédio e o abuso sexual, o machismo e o sexismo".

"Nós do sindicato estamos trabalhando para que atos como o que vimos nunca fiquem impunes, sejam punidos, e que as medidas cabíveis sejam adotadas para proteger as jogadoras de ações que para nós são inaceitáveis", conclui a nota do Futpro.

Publicidade

A Liga Espanhola de Futebol Feminino Profissional denunciou Luis Rubiales ao Conselho Superior de Esportes e pediu-lhe que o mandatário seja inabilitado do cargo. Em comunicado, a liga alega que o presidente teve "comportamentos vergonhosos", que "sujaram" uma das conquistas mais importantes do futebol espanhol.

Além de beijar campeã da Copa, dirigente teria roubado dinheiro para festa; conheça Luis Rubiales

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.