Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Hazard, craque da geração de ouro da Bélgica, se aposenta aos 32 anos

Belga foi um dos responsáveis por eliminação do Brasil na Copa de 2018; atacante estava sem clube após sair do Real Madrid

Futebol|Do R7

Eden Hazard, craque da geração de ouro da Bélgica, anunciou sua aposentadoria do futebol nesta terça-feira (10), aos 32 anos. O atacante, revelado pelo Lille e com passagens por Chelsea e Real Madrid, estava sem clube depois de sair do clube espanhol e decidiu pendurar as chuteiras após 16 anos de carreira e mais de 700 partidas como profissional.

"É preciso ouvir a si e parar no momento certo. Consegui realizar meu sonho, joguei e me diverti em vários campos ao redor do mundo. Durante a minha carreira, tive sorte de conhecer grandes treinadores e companheiros", escreveu Hazard em sua carta de despedida. "Agora é hora de aproveitar com a minha família e ter novas experiências. Vejo vocês em breve, meus amigos", completou.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu Whatsapp

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp

Publicidade

Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Eden Hazard começou a carreira no Lille, da França, com apenas 16 anos. De cara, em sua primeira temporada, o atacante foi eleito o melhor jogador jovem do Campeonato Francês e foi um dos destaques do time na conquista da liga e da Copa da França em 2011, quando tinha só 19 anos.

Publicidade

No ano seguinte, Hazard assinou contrato com o Chelsea e rapidamente se tornou ídolo dos Blues, onde viveu a melhor fase da carreira. Em Londres, o craque belga foi campeão duas vezes do Campeonato Inglês (14/15 e 16/17) e da Liga Europa (12/13 e 18/19), entre outras conquistas como Copa da Inglaterra e Copa da Liga Inglesa.

Após sete anos de idolatria e um nível de atuação que o levou a ser comparado até com Neymar na época, Hazard deixou Stanford Bridge e assinou com o Real Madrid, em negócio que girou em torno de 100 milhões de euros (R$ 624,12 milhões na cotação da época). No entanto, o craque belga não foi capaz de repetir o bom desempenho em terras espanholas. 

Publicidade

Assombrado por lesões e problemas com a forma física, Hazard, que chegou para substituir ninguém menos que Cristiano Ronaldo, perdeu espaço pouco a pouco e viu um jovem Vinícius Jr., que atuava na mesma posição que ele, se consolidar como um dos principais jogadores do elenco madridista. 

Pela seleção da Bélgica, Hazard disputou as Copas do Mundo de 2014, 2018 e 2022. O atacante foi o capitão da equipe no Mundial da Rússia, quando a Bélgica eliminou o Brasil nas quartas de final e terminou na terceira posição.

Veja a carta de Hazard:

"É preciso escutar a si mesmo e dizer basta no momento adequado. Depois de 16 anos e mais de 700 partidas jogadas, decidi pôr fim a minha carreira como jogador profissional.

Pude fazer meu sonho realidade. Joguei e me diverti em muitos campos do mundo inteiro.

Durante a minha carreira, tive a sorte de conhecer grandes dirigentes, treinadores e companheiros de equipe. Obrigado a todos por esses grandes momentos. Sentirei falta de todos.

Quero agradecer também aos clubes em que joguei: Lille, Chelsea e Real Madrid; e agradecer à Federação Belga de Futebol por minha seleção belga.

Um agradecimento especial à minha família, meus amigos, meus assessores e às pessoas que estiveram perto de mim nos momentos bons e ruins.

Finalmente, muito obrigado a vocês, meus fãs, que me acompanharam durante todos esses anos, e por seu apoio em todos os lugares onde joguei. "

Não é só o salário que é milionário! Veja fotos da cobertura de R$ 10 milhões de Tite no Rio de Janeiro

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.