Griezmann sofre lesão e não tem prazo para voltar ao Barcelona

Time catalão briga pelo título espanhol com o Real Madrid e é pouco provável que francês volte a atuar antes do término da competição

Griezmann sofreu lesão na perna direita, em jogo contra o Valladolid

Griezmann sofreu lesão na perna direita, em jogo contra o Valladolid

Reuters/Albert Gea

O Barcelona comunicou na manhã deste domingo (12) que exames recentes detectaram uma lesão muscular no quadríceps da perna direita do atacante francês Antoine Griezmann. O clube catalão não estipulou um prazo para o jogador retornar aos gramados.

Segundo o Barcelona, "a evolução da lesão condicionará sua disponibilidade" para os próximos jogos. Certo é que ele desfalcará a equipe em partidas importantes da sequência da temporada.

O time catalão briga pelo título do Campeonato Espanhol com o arquirrival Real Madrid e é pouco provável que Griezmann volte a atuar antes do término da competição, já que restam apenas duas rodadas a serem disputadas e o campeonato será concluído no próximo domingo, dia 19.

A esperança do Barcelona é ter Griezmann de volta na retomada da Liga dos Campeões. A equipe espanhola tem compromisso importante contra o Napoli no dia 8 de agosto, no Camp Nou. Ou seja, o francês tem quase um mês para se recuperar até o duelo, válido pelo jogo da volta das oitavas de final — na ida, em março, empate em 1 a 1 na Itália.

Griezmann participou do primeiro tempo do duelo contra o Valladolid, neste sábado, e foi substituído no intervalo pelo uruguaio Luis Suárez. O Barcelona venceu a partida por 1 a 0, gol marcado pelo chinelo Arturo Vidal e se manteve a um ponto do líder Real Madrid, que ainda joga na rodada.

Veja também: Saiba como estavam clubes quando completaram seu centenário

Campeão mundial com a seleção francesa em 2018 e grande protagonista do Atlético de Madrid, Griezmann ainda não conseguiu se firmar no Barcelona em sua primeira temporada. Ele ficou no banco de reservas em alguns jogos recentes, o que causou revolta no pai e irmão do jogador, e ainda não justificou o investimento de cerca de 120 milhões de euros (aproximadamente R$ 505 milhões na época) do time catalão em julho do ano passado. São 15 gols em 46 jogos disputados nesta temporada.

Hamilton vence GP da Estíria e Ferraris protagonizam lambança