Futebol Grêmio vence de virada, se garante na Libertadores e decreta rebaixamento do Goiás

Grêmio vence de virada, se garante na Libertadores e decreta rebaixamento do Goiás

O Esmeraldino se junta ao América-MG e ao Coritiba na próxima Série B; o Imortal marcou com Ferreira e Cristaldo

Agência Estado - Esportes
Ferreirinha marcou o gol da reação gremista

Ferreirinha marcou o gol da reação gremista

Donaldo Hadlich/Código19/Estadão Conteúdo - 30/11/2023

Após um primeiro tempo abaixo no placar, o Grêmio acordou na segunda etapa e venceu de virada o Goiás, por 2 a 1, nesta quinta-feira (30), na Arena do Grêmio, em Porto Alegre, pela 36ª rodada do Campeonato Brasileiro.

O resultado rebaixou matematicamente o time goiano para a Série B do Campeonato Brasileiro de 2024 e confirmou os gaúchos pelo menos na Pré-Libertadores do ano que vem.

Com os três pontos, o Grêmio está na Libertadores. O time é o quinto colocado, com 62 pontos, um a menos que o Flamengo, que fecha o G-4 e a zona de classificação direta para a competição continental e manteve a distância de sete pontos do Athletico-PR, faltando seis em disputa.

Enquanto isso, o Goiás deu adeus à Série A. Com 35 pontos, Esmeraldino não ultrapassa mais o Vasco, que soma 42 e é o primeiro time fora da zona de rebaixamento. O time se juntou ao Coritiba e ao América-MG, também com seus descensos confirmados.

Clique aqui e receba as notícias do R7 Esportes no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

O jogo

Diante da torcida, o Grêmio até começou com mais posse de bola, mas era tímido no ataque. Sem conseguir triangulações, os donos da casa erravam passes e seguiam sem efetividade, tirando aos poucos a paciência da torcida e do técnico Renato Gaúcho.

A paciência acabou de vez quando Morelli venceu a disputa com Carballo, saiu cara a cara com o goleiro Caíque e abriu o placar para o Goiás, aos 27 minutos.

A irritação foi tamanha que o treinador sacou Everton Galdino de campo e acionou Ferreirinha. O atacante saiu bastante vaiado pela torcida. Sem conseguir penetrar na defesa adversária e sofrendo com a falta de criatividade, o Grêmio ainda viu Caíque fazer uma grande defesa e evitar o segundo tento do Goiás. Na reta final, os donos da casa esboçaram uma pressão, porém deixaram o campo sob protestos dos torcedores.

A bronca no vestiário teve efeito imediato. Em quatro minutos, Suárez deu um belo passe para Ferreirinha, que fintou o zagueiro e bateu colocado. Logo depois, aos 10', Cristaldo virou para o Grêmio.

A defesa do Goiás deu bobeira, e a bola sobrou para o argentino, que bateu firme no canto direito. Antes da virada, Caíque havia feito uma grande defesa, de uma cabeçada à queima-roupa de Vinicius.

Com a vantagem, o time gaúcho começou a tomar conta da partida. Mais leve, o ataque conseguia triangular e chegava com perigo ao gol goiano. Nathan Fernandes saiu cara a cara, mas chutou em cima de Tadeu. Desesperado, Suárez estava livre na área. Já com o rival abatido, os donos da casa foram abaixando a intensidade. Na reta final, o time manteve a posse de bola no ataque e controlou o duelo até o apito final.

Pela penúltima rodada do Brasileiro, o Grêmio recebe o Vasco, no próximo domingo (3), às 18h30, na Arena do Grêmio. Nos mesmos dia e horário, o Goiás visita o Fortaleza, na Arena Castelão, na capital cearense.

Ficha técnica

Data e horário: quinta-feira (30), às 19h (de Brasília)
Local: Arena do Grêmio, em Porto Alegre, Rio Grande do Sul
Árbitro: Marcelo de Lima Henrique (CE)
Auxiliares: Nailton Junior de Sousa Oliviera (Fifa-CE) e Victor Hugo Imazu dos Santos (PR)
VAR: Rodrigo D’Alonso Ferreira (SC)
Público e renda: 36.875 pagantes/ R$ 2.550.969

Cartões amarelos: Nathan Fernandes (GRE); Carballo (GRE); Julián Palacios (GOI); Gustavo Martins (GRE); Apodi (GOI)

Gols: Morelli (GOI); Ferreira (GRE), Franco Cristaldo (GRE)

Grêmio: Caíque; Fábio (Pepê), Bruno Alves, Kannemann e Reinaldo; Villasanti, Carballo (Gustavo Martins) e Cristaldo (Nathan); Everton Galdino (Ferreira), Nathan Fernandes (André), Luis Suárez. Técnico: Renato Portaluppi

Goiás: Tadeu; Maguinho, Lucas Halter, Bruno Melo e Diego; Willian Oliveira, Morelli, Guilherme (Anderson Oliveira) e Luís Oyama (Edu); Palacios (Apodi) e Vinícius (Breno). Técnico: Mário Henrique

Confira as possibilidades de título e rebaixamento do Brasileirão após os jogos desta quarta-feira

Últimas