Logo R7.com
Logo do PlayPlus
BRASILEIRO 2022
Publicidade

Grêmio dispensa vice-presidente de futebol após discussão com jornalistas em caso Suárez

Paulo Caleffi ficou irritado com especulações sobre aposentadoria do atacante; ataque a repórter custou emprego do profissional

Futebol|Do R7

Paulo Caleffi foi demitido nesta quinta
Paulo Caleffi foi demitido nesta quinta Paulo Caleffi foi demitido nesta quinta

O nervosismo de Paulo Caleffi com jornalistas após o jogo do Grêmio com o América-MG por causa da notícia de que Suárez poderia antecipar a aposentadoria por causa de dores crônicas no joelho e o ataque a um repórter da Rádio Guaíba custaram o emprego do vice-presidente de futebol. Ele foi informado na madrugada desta quinta-feira (29) de que não está mais no cargo.

Um dia após ter sido publicado um vídeo em que o presidente Alberto Guerra mostra preocupação com a possível aposentadoria de Suárez por causa de dores no joelho, Caleffi subiu o tom para reclamar de publicações "fora do contexto" e ainda atacou o jornalista Matheus D'Ávila. Guerra não gostou de ser desmentido.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

"O Grêmio comunica a saída do vice-presidente de futebol Paulo Caleffi das suas funções no clube. A direção agradece o trabalho realizado por Caleffi desde o início da atual gestão. Antônio Brum assume a função de vice-presidente de futebol", informou o clube gaúcho.

Caleffi usou o Twitter para lamentar a demissão via telefonema de Alberto Guerra, mas depois apagou o post. "Boa noite. Fui comunicado pelo sr. Alberto Guerra de minha demissão por telefone há pouco. O motivo indicado foi ter confrontado a imprensa. Retorno à minha função de torcedor. Agradeço a todos os colaboradores no centro de treinamento, São Incríveis. Honra, caráter e seriedade."

Publicidade

O post foi apagado logo depois, mas Caleffi se defendeu das acusações e garantiu que sempre mostrou profissionalismo no clube gaúcho. Ele tinha bastante respeito do atual elenco, era querido e teve quem lamentasse sua saída.

A saída do dirigente não é a única no clube. O atacante Diego Souza não terá seu contrato, que vence nesta sexta-feira, renovado e também está de malas prontas. O destino pode ser a Série B. O Sport sonha em repatriar o jogador.

Crise no casamento? CR7 e Georgina afastam boatos e curtem férias em iate de R$ 55 milhões

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.