Libertadores

Futebol Goleiro de adversário do Fla é acusado de falsificar teste de covid

Goleiro de adversário do Fla é acusado de falsificar teste de covid

Alexis Martín Arias, do Unión La Calera, do Chile, teria jogado infectado pelo coronavírus em dezembro do ano passado

  • Futebol | Do R7

La Calera, de Arias, pega o Flamengo no próximo dia 27, no Maracanã

La Calera, de Arias, pega o Flamengo no próximo dia 27, no Maracanã

Reprodução/Instagram/@alex_martinarias

O goleiro Alexis Martín Arias, que joga pelo Unión La Calera, equipe chilena que enfrentará o Flamengo pela fase de grupos da Copa Libertadores, está envolvido em uma polêmica fora dos campos. O jogador é acusado de utilizar quatro testes PCR realizados por outra pessoa em novembro de 2020 para poder jogar mesmo infectado pelo coronavírus.

Segundo o escritório do Ministério Público chileno na cidade de Viña del Mar, Arias usou exames feitos pelo também argentino Nicolás Ambrosio para ter um resultado negativo e poder jogar, burlando o protocolo a Associação Nacional de Futebol Profissional do Chile (ANFP). Outro envolvido no caso é o ex-diretor da federação chilena e atual gerente do La Calera, Martin Iribarne.

Os três foram convocados para uma audiência nesta sexta-feira para que seja formalizada a acusação contra eles e estabelecido o período de investigação e medidas cautelares.
A investigação foi iniciada após reclamações da Secretaria Ministerial Regional de Saúde (Seremi) da região de Valparaíso e do Laboratório Etcheverry pelos possíveis crimes de roubo de identidade e de pôr em perigo a saúde pública. 

Flamengo e La Calera estão no Grupo G da Libertadores e se enfrentarão no próximo dia 27, no Maracanã, no Rio de Janeiro, e em 11 de maio, no Estádio Municipal Nicolás Chahuán Nazar, em La Calera. A Chave tem também LDU de Quito e Vélez Sarsfield.

Ex-atacante Dinei recebe críticas ao postar foto sem máscara no metrô

Últimas