Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Gabriel Jesus lembra que quase saiu do Manchester City por causa de Guardiola: 'Fiquei maluco com ele'

Jogador relembrou o conflito que teve com o técnico em um jogo da fase de grupos da Champions League de 2021/22

Futebol|

Gabriel quase foi embora do Manchester City
Gabriel quase foi embora do Manchester City Gabriel quase foi embora do Manchester City

De férias no Brasil após mais uma temporada na Inglaterra, Gabriel Jesus comentou sobre sua relação com Pep Guardiola durante a participação no podcast "Denilson Show". Na conversa, o atacante do Arsenal revelou que uma atitude do treinador espanhol o fez chorar e ter vontade de ir embora do Manchester City.

"Teve um jogo que o Guardiola colocou o Zinchenko de falso 9. Sabe qual jogo? Paris Saint-Germain, em casa, pela Champions (Liga dos Campeões). Coisa de louco. Um dia antes, ele não colocou o Zinchenko para treinar lá, eu estava treinando de atacante. O Zinchenko até brinca comigo: 'eu fiquei mal por você'. Duas horas antes do jogo, ele deu o time", contou.

E acrescentou: "Nem comi, fui direto para o quarto chorando, liguei para a minha mãe: 'quero ir embora, vou para casa'. Só tinha eu para colocar e ele colocou um lateral-esquerdo. Fiquei maluco com ele".

"Com 5 minutos do 2º tempo, o Mbappé fez um gol. Ele (Guardiola) me chamou. Eu entrei, dei assistência e fiz um gol. Ganhamos de 2 a 1. No outro jogo, eu pensei que ia jogar. Não joguei", afirmou.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

Apesar da situação triste, que aconteceu na fase de grupos da Champions League de 2021/22, Gabriel Jesus sabe que melhorou nas mãos de Guardiola. No período em que esteve com o treinador espanhol, o atacante conquistou 11 títulos e passou a ser nome constante na seleção brasileira.

"Então, tinha muito essa parada (de não jogar com frequência) com ele. E não é fácil. É muito difícil. Mas o cara evolui, né?", disse o jogador.

Publicidade

Mesmo valorizando o período em que conseguiu crescer com Guardiola, o brasileiro não esconde que existiu um momento de atrito com o treinador. Assim como aconteceu com Thierry Henry nos tempos de Barcelona, o brasileiro reconheceu que o fato de não tocar na bola durante muito tempo em um jogo é algo que incomodava.

"O único atrito que tive com o Guardiola foi esse, de esperar, de ter que não se importar de não tocar na bola, de não participar do jogo. Ele sempre me pedia isso, e isso me incomodava. Teve jogo que toquei três vezes na bola no primeiro tempo. Eu ficava maluco. Mesmo se fosse um hat-trick, eu fico maluco. Eu quero jogar, eu quero estar envolvido", finalizou Gabriel Jesus.

Conheça os 10 estádios que vão receber as partidas da Copa do Mundo de 2023

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.