Futebol Fluminense e Atlético-MG duelam em partida com chance de recorde

Fluminense e Atlético-MG duelam em partida com chance de recorde

Líder do Brasileiro, Atlético-MG pode conseguir marca inédita de 10 vitórias seguidas; Fluminense terá técnico Marcão, efetivado

Agência Estado - Esportes
Galo encara Fluminense também na Copa do Brasil

Galo encara Fluminense também na Copa do Brasil

Yuri Edmundo/EFE/18-08-21

Adversários nas quartas de final da Copa do Brasil, com o primeiro jogo na próxima quinta-feira, Fluminense e Atlético-MG vão se enfrentar duas vezes na mesma semana, já que os dois também se encontram nesta segunda (23), em São Januário, para a disputa da 17.ª rodada do Brasileirão. A partida, marcada para as 20 horas, vale o recorde de vitórias seguidas para os atleticanos e representa o início de uma nova fase para o time carioca, que demitiu Roger Machado e efetivou o sempre disposto Marcão como novo treinador.

Líder isolado com 37 pontos, o Atlético-MG pode abrir uma vantagem ainda maior em relação a Palmeiras e Fortaleza, segundo e terceiro colocados, respectivamente, ambos com 32. Os dois rivais na briga pelas primeiras posições já jogaram. Os palmeirenses perderam para o Cuiabá e a equipe cearense empatou com o Juventude.

Além de disparar na ponta, o clube mineiro busca a 10.ª vitória seguida na disputa do Brasileirão, o que representa um recorde da era dos pontos corridos. Na rodada passada, ao vencer o Palmeiras, já havia batido a marca de nove triunfos consecutivos, número alcançado também pelo Internacional da temporada 2020. Vencendo o jogo de segunda, se torna recordista isolado.

"Fazer história. Como todo mundo fala, fazer história com o Galo é o mais importante. Dar alegria à massa atleticana, que tanto precisa. E também por nós, por nosso time, pelo nível que o time tem agora. Esperamos que, se Deus quiser, as coisas melhorem ainda mais lá na frente", comentou Savarino sobre a possibilidade de bater o novo recorde.

Apesar da maratona de jogos vivida pelo Atlético-MG, com a Libertadores e a Copa do Brasil, o técnico Cuca tem conseguido manter a base do time titular durante boa parte do Brasileirão. Para o duelo contra o Fluminense, ele deve fazer pelo menos duas mudanças, já que o volante Jair e o lateral Mariano sentiram fisgadas na coxa durante a vitória por 3 a 0 sobre o River Plate no meio da semana. Com isso, a tendência é que Guga e Tchê Tchê voltem a aparecer no time titular.

Enquanto os atleticanos vivem um momento mágico, cheio de expectativas, o Fluminense busca se reorganizar. Único brasileiro eliminado nas quartas de final da Libertadores, o clube tricolor resolveu demitir Roger Machado depois da queda para o Barcelona de Guayaquil na última quinta-feira. Sem ir ao mercado, a diretoria decidiu efetivar o auxiliar Marcão como treinador, assim como já foi feito em 2019 e 2020.

O novo treinador inicia o novo desafio com a missão de encerrar uma série de quatro derrotas seguidas no Campeonato Brasileiro, no qual o Fluminense se encontra com 17 pontos, brigando contra o rebaixamento. Além disso, após a eliminação na Libertadores, ele tentará evitar a frustração de sair da disputa da Copa do Brasil, e o jogo desta segunda traçará um panorama sobre a possibilidade de eliminar o Atlético no mata-mata.

Em sua reestreia no comando tricolor, Marcão deve fazer apenas uma mudança na escalação para enfrentar o líder do campeonato. Como Paulo Henrique Ganso se lesionou no meio da semana, Lucca deve ser o escolhido para ficar com a vaga em aberto no setor ofensivo, enquanto o restante do time deve ser o mesmo que começou jogando no Equador.

Hulk celebra formatura da mulher e esquece polêmica com a ex-esposa

Últimas