Logo R7.com
Logo do PlayPlus
Publicidade

Flamengo e Atlético-MG dominam ranking de maiores rendas de bilheteria no Brasil; veja o top 10

Apenas o primeiro jogo da final da Copa do Brasil entre o Rubro-Negro e o São Paulo arrecadou mais de R$ 26 milhões

Futebol|

Jogo entre Flamengo e São Paulo arrecadou mais de R$ 26 milhões
Jogo entre Flamengo e São Paulo arrecadou mais de R$ 26 milhões Jogo entre Flamengo e São Paulo arrecadou mais de R$ 26 milhões

Oprimeiro jogo da final da Copa do Brasil, entre o Flamengo e o São Paulo, teve renda bruta de R$ 26.343.300, tendo se tornado a partida de maior arrecadação na história do futebol brasileiro. Cerca de 60 mil torcedores acompanharam a vitória do Tricolor Paulista, por 1 a 0, neste domingo (17), no Maracanã.

O anúncio do montante arrecadado foi vaiado pelos flamenguistas nas arquibancadas, que durante a semana reclamaram dos preços dos ingressos. A entrada mais barata custava R$ 400, e a mais cara, R$ 4.300.

Quatro das dez maiores arrecadações do futebol brasileiro aconteceram no Maracanã, todas elas tendo o Flamengo como mandante. Além do primeiro lugar, o Rubro-Negro aparece em terceiro, quarto e sétimo no ranking, com as finais da Copa do Brasil contra o Corinthians (R$ 14.176.146, em 2022) e o Athletico-PR (R$ 9.733.785, em 2013) e a semifinal da Copa Libertadores contra o Grêmio (R$ 8.150.645, em 2019), respectivamente. A derrota para o São Paulo é o único revés do time carioca na lista.

O estádio que mais vezes aparece no ranking é o Mineirão. O recorde anterior pertencia ao jogo Atlético-MG 2 x 0 Olímpia, pela partida de volta da final da Libertadores, em 2013. Na ocasião, o estádio registrou uma receita bruta de R$ 14,2 milhões para um público pagante de 56.557 torcedores. A equipe mineira superou o rival paraguaio nos pênaltis e levou o título continental.

Publicidade

Compartilhe esta notícia no WhatsApp

Compartilhe esta notícia no Telegram

Publicidade

O Atlético-MG também detém a quinta e a sexta colocações do ranking, com a vitória sobre o Bragantino no Brasileirão de 2021 (R$ 8.818.854,25), quando o time foi campeão brasileiro, e o jogo de ida da final da Copa do Brasil daquele ano (R$ 8.325.723,05), quando o título também ficou com a equipe mineira.

As outras duas partidas, na oitava e nona colocação, pertencem ao Cruzeiro, com a vitória nos pênaltis sobre o Flamengo na Copa do Brasil de 2017 (R$ 7.881.058) e a derrota para o Atlético-MG na decisão do torneio em 2014 (R$ 7.855.510).

Publicidade

O único time paulista no ranking é o São Paulo. Em 2016, a equipe tricolor levou 60 mil torcedores ao Morumbi para o duelo com o Atlético Nacional (COL), pela Libertadores, e teve uma renda de R$ 7 milhões. A partida acabou em 2 a 0 para os visitantes.

Confira as dez maiores rendas do futebol brasileiro:

Flamengo 0 x 1 São Paulo, Maracanã, 2023 (Copa do Brasil) – R$ 26.343.300

Publicidade

Atlético-MG 2 (4) x (3) 0 Olimpia, Mineirão, 2013 (Copa Libertadores) – R$ 14.176.146

Flamengo 1 (6) x (5) 1 Corinthians, Maracanã, 2022 (Copa do Brasil) – R$ 11.177.332

Flamengo 2 x 0 Athletico-PR, Maracanã, 2013 (Copa do Brasil) – R$ 9.733.785

Atlético 4 x 3 Bragantino, Mineirão, 2021 (Brasileirão) – R$ 8.818.854,25

Atlético-MG 4 x 0 Athletico-PR, Mineirão, 2021 (Copa do Brasil) – R$ 8.325.723,05

Flamengo 5 x 0 Grêmio, Maracanã, 2019 (Libertadores) – R$ 8.150.645

Cruzeiro 0 (5) x (4) 0 Flamengo, Mineirão, 2017 (Copa do Brasil) – R$ 7.881.058

Cruzeiro 0 x 1 Atlético-MG, Mineirão, 2014 (Copa do Brasil) – R$ 7.855.510

São Paulo 0 x 2 Atlético Nacional, Morumbi, 2016 (Libertadores) – R$ 7.526.480

Depois de um ano de derrotas e polêmicas, título da Copa do Brasil seria a salvação do Flamengo

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.